Jornal MT Norte
Publicidade
         
                
Em reunião com Bolsonaro, governador Mauro Mendes defende parcerias
Mauro Mendes lembrou que Mato Grosso foi um dos únicos Estados que reduziram o desmatamento no período de 2018 a 2019
13:28   28 de Agosto, 2019
437d2c9e99dec1491fd0cb10e32e7c47.jpg
Foto: Maike Toscano | Secom MT

Laice Souza
Secom-MT 


O governador Mauro Mendes (DEM)  participou da reunião com o presidente da República, Jair Bolsonaro, na manhã desta terça-feira, 27, em Brasília, junto com os demais governadores da Amazônia Legal. Mendes defendeu parcerias para combater o desmatamento ilegal na Região Amazônica e também que os recursos para o combate aos incêndios florestais sejam compartilhados com os Estados.
Mauro Mendes acusou o presidente francês, Emmanuel Macron, de criar um “clima ruim” para o Brasil “para defender os produtos franceses”. O tema veio à tona após as declarações de Macron sobre a questão dos incêndios florestais no país e do possível embargo econômico para os produtos brasileiros, o que afetaria diretamente as exportações de Mato Grosso.
Em entrevista publicada pelo site Folha de S. Paulo na terça-feira, 27, Mendes reconheceu que entrou em pânico ao ouvir a entrevista em que o presidente francês afirma que os incêndios na região amazônica geraram uma crise internacional.
 "Fiquei em pânico. O nosso estado tem grande relação com a venda de produtos com mercados internacionais. Por Mato Grosso ser o maior produtor brasileiro de commodities agrícolas e mais da metade do que produzimos ir para exportações, dependemos da boa imagem e de boa relação do país com esses mercados", explicou o governador.
"Fiquei em pânico. O nosso estado tem grande relação com a venda de produtos com mercados internacionais. Por Mato Grosso ser o maior produtor brasileiro de commodities agrícolas e mais da metade do que produzimos ir para exportações, dependemos da boa imagem e de boa relação do país com esses mercados", explicou o governador.
Na opinião de Mendes, o motivo para os ataques de Macron é a defesa do agronegócio francês. "Temos que reconhecer que a França e os produtores rurais franceses são grandes competidores do Brasil no agronegócio nos mercados europeus. Quando ele [Macron] fala em defender o meio ambiente, está na verdade tentando criar um clima ruim para o Brasil para defender os produtos franceses".

Ele lembrou que Mato Grosso foi um dos únicos Estados que diminuíram o desmatamento no período 2018-2019, com redução de 17%, se comparado ao período 2017-2018.

“Precisamos combater o desmatamento ilegal, porque temos a certeza de que ninguém aqui coaduna com a atividade ilegal”, afirmou.
Na avaliação do governador, o compartilhamento dos recursos se faz necessário por serem os Estados os conhecedores da realidade local, o que facilitaria o trabalho das equipes na contenção e eliminação dos focos e também no combate aos incêndios.
Mauro Mendes reforçou a necessidade de construção de uma comunicação eficiente sobre o país, tanto interna, como externamente.
Durante sua fala na reunião, o governador também defendeu que entre 2 a 5% dos territórios indígenas possam ser utilizados de forma rentável, tanto para que os índios possam ter fonte de renda, como para ampliar as riquezas dos Estados.

 
COMENTÁRIOS
© Copyright 2014 Jornal Mato Grosso do Norte