Jornal MT Norte
Publicidade
         
                
Seduc quer reduzir índice de analfabetismo no Estado
Para vencer os desafios, a Seduc desenvolve vários projetos para atender crianças, jovens e adultos
12:01   09 de Setembro, 2019
c938cae03a9ef20c3c720f4171286143.jpg

Adilson Rosa | Seduc-MT

Foto: Getty Images

O Dia Mundial da Alfabetização é comemorado neste domingo, 8. A data foi criada para debater a importância do tema. Em Mato Grosso, a Secretaria de Estado de Educação (Seduc) tem mantido esforços constantes para reduzir os índices de analfabetismo, implementando políticas públicas para a alfabetização, tanto na idade certa, como para jovens e adultos.

Na alfabetização de jovens e adultos, o projeto Muxirum da Alfabetização já bateu a meta de matrículas para este ano. São 2.850 adultos matriculados, 127 alunos a mais do que o esperado.

Mato Grosso conta hoje, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), com cerca de 172 mil adultos analfabetos em Mato Grosso, principalmente na zona rural.

Para conseguir fazer com que o aluno adulto consiga concluir o ciclo de alfabetização, o Muxirum atua com metodologia apropriada. Após as matrículas, os responsáveis pelo curso iniciam o trabalho de acompanhamento, visitando as turmas.

A Seduc conta também com turma de alfabetização nos Centros de Educação de Jovens e Adultos (Cejas) e salas de alfabetização nas escolas regulares através da Educação de Jovens e Adultos (Ejas). Nessa modalidade, o adulto tem a chance de prosseguir nos estudos, concluindo o ensino fundamental e médio.

A alfabetização de crianças na idade certa também é um desafio para a Seduc. Embora a o Estado receba primordialmente as séries finais do ensino fundamental e ensino médio, a Rede Estadual de Ensino tem 300 escolas que atendem o 1º ciclo que é o da alfabetização.  Para fortalecer o processo de alfabetização, a Seduc desenvolve em 200 escolas o Programa Mais Alfabetização, do Governo Federal.

 

 
COMENTÁRIOS
© Copyright 2014 Jornal Mato Grosso do Norte