Jornal MT Norte
Publicidade
         
                
Prefeitura de Colíder realiza audiência pública sobre RGF, LDO e LOA 2020
13:44   20 de Setembro, 2019
94d7bff9126d84ee461e35df806a685f.jpg

Assessoria
Prefeitura de Colíder

Em audiência pública na terça-feira, 17, no auditório da Câmara Municipal, Prefeitura de Colíder apresentou as metas fiscais e o Relatório de Gestão Fiscal (RGF) do 2º quadrimestre de 2019. Também foi abordada a elaboração da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) e da Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2020.
O secretário municipal de Administração, Planejamento e Gestão, Vanderlei Borges, diz que o objetivo do evento foi ouvir a população para a priorizar os investimentos de recursos públicos em 2020. 
“A Lei das Diretrizes Orçamentárias e também a Lei Orçamentária Anual estão sendo elaboradas agora para serem apresentadas ao poder legislativo até o fim de setembro. E devemos ouvir o cidadão para melhorar o planejamento orçamentário e financeiro”, disse.
Vanderlei Borges explica que grande parte do orçamento municipal está comprometido com folha de pagamento dos servidores e despesas continuadas. “Então sobra pouco. Por isso, é importante que se faça uma boa escolha. E as opiniões e sugestões da comunidade ajudam a gestão do prefeito Noboru a nortear os investimentos que precisam ser priorizados em 2020”, pontua o secretário.
“Essa gestão tem total responsabilidade com o erário público”, garante o secretário. “Os serviços do dia a dia na cidade, como limpeza urbana, manutenção de vias tanto na cidade quanto na área rural, estão em dia. Os serviços de saúde funcionam bem. Não falta medicamento, não faltam médicos nos postos de saúde. Funcionam bem a educação, merenda escolar, tudo vai bem”, acrescenta.
Os recursos que faltam para investimento, o prefeito Noboru Tomiyoshi busca junto aos governos estadual e, principalmente, federal, através do apoio de deputados, senadores e suas emendas parlamentares.
“E os recursos estão começando a chegar”, diz Vanderlei Borges. “Mesmo apertadas, as finanças estão em dia, e as coisas estão acontecendo, porque existe responsabilidade por parte do prefeito, por parte de quem cuida das finanças e dos secretários”, garante.
Noboru Tomiyoshi diz que a sua gestão age com responsabilidade em respeito ao contribuinte, que paga a conta por meio de impostos.  “Determino rotineiramente à minha equipe que adote uma atitude preventiva. O primeiro passo da minha gestão foi organizar as contas, tomando conhecimento dos gastos e das rendas, entendendo melhor o que deveria ser mantido ou cortado”, relata o prefeito.
“Elaboramos um planejamento de médio e longo prazo para antever gastos. Hoje, estamos colhendo os frutos de uma gestão responsável e já realizamos os investimentos importantes para o crescimento da nossa”, diz o prefeito.
A audiência pública atendeu as disposições da Lei Complementar 101/2000 e a Lei Complementar 131/2009. 

 
COMENTÁRIOS
© Copyright 2014 Jornal Mato Grosso do Norte