Jornal MT Norte
Publicidade
         
                
Sindicato Rural de Alta Floresta apresenta projeto da 4ª Tecnoalta
A TECNOALTA expressa em números a sua importância para o agronegócio da região
12:58   11 de Outubro, 2019
f0bdb09bfc93239aff99ffb296e0b7df.jpg

Clay Júnior

Iniciada em 2017, a Tecnoalta vem se firmando como um dos melhores eventos de tecnologia voltado para o agronegócio.
A Tecnoalta é considerada uma “vitrine” de tecnologias para o campo e tem o objetivo de compartilhar conhecimentos e soluções tecnológicas para o setor produtivo rural.
Na noite de quarta-feira (09), foi realizada na sede do Sindicato Rural de Alta Floresta a apresentação do Projeto da Tecnoalta 2020, empresários e produtores prestigiaram o evento.
A 4ª edição trará novidades, entre elas um novo espaço destinado ao evento. Com 168 mil metros quadrados, a nova área da Tecnoalta adquirida pelo Sindicato Rural está localizada na MT-208, a 12 quilômetros do perímetro urbano de Alta Floresta, sentido Carlinda.
O espaço será estruturado e contará com estacionamento para cerca de 600 veículos, área administrativa, espaço para palestras, área para demonstração de equipamentos e culturas, entre outros atrativos.
A 4ª Tecnoalta será realizada entre os dias 14 e 16 de maio de 2020. Conforme o presidente do Sindicato Rural, Walmir Naves Coco, a feira traz ferramentas tecnológicas elaboradas especialmente para o desenvolvimento do setor agropecuário, bem como palestras.
A Tecnoalta expressa em números a sua importância para o agronegócio da região, em 2018 foram negociados cerca de R$ 40 milhões, a deste ano de 2019 marcou R$ 104 milhões de negócios fechados durante a Feira Tecnológica.

Walmir Naves Coco destaca que essa nova fase da Tecnoalta vem de encontro ao crescimento do agronegócio em Alta Floresta e região.

“A região nossa está crescendo bastante, produtores aumentando a lavoura, produtividade vem aumentando, enfim é um caminho que vamos fortalecer, com palestras, exposição de equipamentos, tecnologias voltadas a produtividade e entre outros atrativos para fortalecer cada vez mais o setor agro”, pontuou.

 
COMENTÁRIOS
© Copyright 2014 Jornal Mato Grosso do Norte