Jornal MT Norte
Publicidade
         
                
Deputado pede aumento de efetivo da Gerência Regional da Politec de AF
A estrutura física também precisa de reparos, assim como a aquisição de computadores, impressoras, dentre outros equipamentos
17:37   01 de Novembro, 2019
5050999b8b4526f657ffadb0d23f61d7.jpg

A falta de efetivo e as deficiências estruturais são as principais demandas da Perícia Oficial e Identificação Técnica (POLITEC) de Alta Floresta.  Em uma de suas indicações, apresentadas na Assembleia Legislativa nessa semana, o deputado Max Russi (PSB) cobrou o aumento no número de profissionais e a melhoria na infraestrutura daquela unidade, que também é responsável pelos atendimentos em Nova Canaã do Norte, Carlinda, Paranaíta, Nova Monte Verde, Apiacás e Nova Bandeirantes. 
Essa demanda foi repassada ao parlamentar pelo vereador Eder Fernandes, o popular “Mineirinho”, de Nova Monte Verde. Ele alega receber constantes reclamações das comunidades da região, quanto à demora dos serviços prestados. 
Aquela Gerência Regional conta com cinco peritos oficiais, que fazem plantão de 24 horas e 72 horas de descanso, sendo que o ideal seria dois em cada plantão. Existe também a defasagem dos outros profissionais, em um quadro onde constam somente dois papiloscopista, dois médicos legistas e dois técnicos em necropsia.

“Uma situação muito difícil para os moradores de cidades próximas. Quando precisam da prestação dos serviços da Politec, além do sofrimento com a perda de um ente querido, enfrentam atrasos constantes na emissão de atestados de óbitos e laudos periciais”, complementou o deputado. 

A estrutura física também precisa de reparos, assim como a aquisição de computadores, impressoras, dentre outros equipamentos. Além disso, o sistema local conta apenas com uma viatura, o que dificulta ainda mais os atendimentos aos municípios adjacentes.  
O deputado Max Russi assegurou que vai acompanhar toda a tramitação da Indicação nº 4914/2019, além de reforçar as cobranças ao governo do estado. “Os profissionais precisam de uma equipe e um local de trabalho bem estruturados para que possam desempenhar bem sua função e ter eficiência em sua atividade. Vamos direcionar essa demanda para a Secretaria de Estado de Segurança Pública e aguardar para que seja resolvido o mais rápido possível”, garantiu. 

 
COMENTÁRIOS
© Copyright 2014 Jornal Mato Grosso do Norte