Jornal MT Norte
Publicidade
Novembro Azul : Saúde de Alta Floresta realiza ações de prevenção ao Câncer de Próstata
Clínico Geral faz um apelo para os homens que tem idade entre 45 e 50 anos
14:05   27 de Novembro, 2019
ee6197f5cde7448d08d4af9a1d1f1a66.jpg

Antônio Viana/ Mato Grosso do Norte

 

A Campanha novembro azul atraiu dezenas de homens no posto de saúde do bairro Cidade Alta na sexta-feira, 22 de novembro. Uma equipe de alunos do curso de Enfermagem da FADAF- Faculdade de Alta Floresta-  estiveram presentes dando palestras e orientações a respeito da doença que vem causando medo na população masculina não só em Alta Floresta, mas de todo o brasil.

 Durante a palestra feita pelas estudantes de enfermagem, foram abordados alguns temas que podem prevenir o câncer de próstata como: Cuidados com a dieta alimentar, cuidados para não se tornar uma pessoa sedentária, praticar pelo menos 30 minutos diários de atividades físicas, manter o peso ideal a sua altura, diminuição do consumo de álcool, não usar produtos derivados do tabaco ou que contenham nicotina, e o principal, que é ficar atento à partir dos 45 anos de idade e fazer exames de prevenção.

Segundo Valdivino Alves Ferreira, aposentado de 77 anos, que estava presente e atento a fala das estudantes de enfermagem, ele nunca sentiu nada. “Sempre me senti saudável em relação a próstata, mas mesmo assim todos os anos faço exames preventivo”, afirmou o aposentado.

Em conversa com o Médico Clínico geral, Dr. Algusto Wad, um dos participantes da campanha, ele afirma que o câncer de próstata atualmente é a segunda causa de morte de tumor sólido no Brasil. Segundo o Clínico Geral, existem muitos estudos no em relação a qual idade certa os homens devem começar a fazer o exame preventivo. Mas segundo ele, no Brasil os médicos ainda não chegaram a um consenso. Nos Estados Unidos, estudos comprovados recomendam que os homens comecem a fazer o toque com 50 anos de idade e termine com 70 anos, tanto o toque retal como o PSA.

O Clínico Geral ainda faz um apelo para os homens que tem idade entre 45 e 50 anos, para que não se intimidem para fazer os exames. “ Deixem os preconceitos de lado e pensem primeiramente em sua saúde, do que na sua masculinidade, façam o exame preventivo e se previnam assim dores de cabeça no futuro”, alerta o médico.

                Mais 4 Unidades de saúde da cidade, dos bairros Cidade Bela, Norte 3 Norte 2 e Bom Pastor, também aderiram à campanha Novembro Azul e os moradores podem ir fazer o exame.

Os organizadores da campanha fizeram sorteios de prêmios, serviram lanches e ainda decoraram as Unidades de Saúde a caráter, com a finalidade de chamar a atenção e atrair os homens para fazer o exame preventivo da Próstata.

 

 

Dúvidas sobre o câncer de próstata

bQual a função da próstata? A próstata é uma glândula que produz e armazena o líquido espermático.  Esse líquido nutre e protege os espermatozoides, propiciando um ambiente adequado para a sobrevivência e deslocamento desses espermatozoides, especialmente após a ejaculação.

 O aumento da próstata tem relação com o câncer? O aumento da próstata pode coexistir com o câncer e as duas doenças apresentam maior incidência em homens da mesma faixa de idade, na sexta década de vida. O crescimento benigno surge da parte central da próstata e o câncer surge geralmente na parte periférica da glândula 

 A vasectomia afeta o risco de câncer de próstata? Não.

Histórico familiar pode aumentar o risco?- Sim. Se o homem tem parentes em primeiro grau diagnosticados com câncer de próstata, especialmente se foram diagnosticados com menos de 60 anos. 

 O câncer de próstata mata?- Sim, pode matar se não for diagnosticado e tratado a tempo.

 Sintomas mais claros do câncer de próstata?- Alguns sintomas que podem aparecer: dificuldade para urinar, sangramento urinário, urinar mais vezes, retenção urinária. Em casos avançados, pode surgir dor nos ossos, consequência de metástases, anemia e perda de peso. 

 Disfunção erétil tem relação com o câncer de próstata?- Os dois problemas têm alguns fatores de risco em comum e afetam homens na mesma faixa de idade. Hoje sabemos que a obesidade, o sedentarismo e a síndrome metabólica, que é a combinação de hipertensão, obesidade e diabetes ou pré-diabetes, são fatores de risco para os dois problemas. Além disso, qualquer tratamento para câncer de próstata pode afetar a ereção.

 Quando é necessário retirar a próstata?- A remoção da próstata pode ser necessária principalmente quando a glândula é acometida por um câncer. Nesse caso se faz a remoção total da glândula. Quando o problema é um crescimento benigno, o procedimento realizado normalmente é a parte interna da glândula.

 O homem após retirada da próstata fica impotente? -Se for realizada a retirada total, existe risco de impotência e incontinência urinária. Esses riscos variam muito com estágio da doença, a idade do paciente, a experiência do cirurgião e a técnica empregada no procedimento.  Aqueles que se recuperam terão ereção, sentirão prazer durante a relação, apenas não vão ejacular.

 Existe algum exame que substitua o toque retal- O exame físico, o toque retal é importante e pelo menos por enquanto, na maioria das situações não pode ser substituído. O que fazemos é aliar vários exames. Além do toque retal, o exame de sangue, o PSA, e o ultrassom da próstata fazem parte da avaliação. Quando necessária, uma ressonância magnética pode ser utilizada.

 Aumento da próstata é sinal de câncer?- Não. O crescimento benigno da próstata e o câncer podem coexistir.. 

 

 


 

Compartilhe nas redes sociais

COMENTÁRIOS
© Copyright 2014 Jornal Mato Grosso do Norte