Jornal MT Norte
Publicidade
         
                
Produtor de São José do Apuí investe no cultivo de Pequi
13:56   02 de Dezembro, 2019
d62eced392606ec56468cd0dc4aeeeea.jpg

Assessoria
Pref. de Nova Monte Verde

Em visita ao Gabinete da Prefeita Beatriz Leme, a Bia, de Nova Monte Verde, o produtor Geraldo Antônio Pappini apresentou a chefe do executivo, uma nova cultura que vem conquistando espaço no comércio de Nova Monte Verde. O pomar de pequi está localizado na comunidade de São José do Apuí e há 2 anos produziu seus primeiros frutos.
Levando algumas amostras para a Prefeita, Geraldo disse que um dos seus objetivos é incentivar que outros produtores também invistam no Pequi, pois a cultura vem se demonstrando uma ótima fonte de renda complementar. 
Natural do Paraná, Geraldo Antônio Pappini reside há quase 30 anos em São José do Apuí. Em sociedade com seu sogro, Severino Bombardeli, investiu no reflorestamento do Pequi, com o objetivo de chegar a 1000 árvores, hoje conta com 470 pés.
O pequi plantado é do gênero Cariocar brasilienses, e leva de 04 á 06 anos para começas a produzir, e chega em sua fase adulta com 10 anos, onde uma única arvore produz aproximadamente 1000 frutos. 
Originaria do serrado, se trata de uma planta rustica que não requer muitas práticas de manutenção, o principal cuidado é com a limpeza do terreno. Adaptada para a seca, sua floração e produção se dá no período de estiagem. Pode ser plantada 100 arvores por hectare, sendo necessária a distância de 10 metros entre as plantas.
Segundo Geraldo, a cultura tem um rendimento anual razoável. “Acredito sim na viabilidade, porque é facilmente adaptável e requer de mais mão de obra do que propriamente o investimento, não precisando nem de adubação ou calagem. Se manter limpo o produtor terá uma cultura produtiva em 04 ou 05 anos.”  Afirma.

 
COMENTÁRIOS
© Copyright 2014 Jornal Mato Grosso do Norte