Jornal MT Norte
Publicidade
Bombeiros capturam cobra Jiboia em bairro de Alta Floresta
15:01   06 de Janeiro, 2020 - Fonte: Assessoria/ Corpo de Bombeiros AF
4c6b27d626e9a96c12eb954b7bdef2d8.jpg

Assessoria/ Corpo de Bombeiros AF

Jiboia foi capturada hoje pela manhã, por volta das 9hs, Rua Saldanha da Gama, bairro Cidade Bela, Alta Floresta, pelo SD BM Bill. Como se pode ver nas duas primeiras imagens, um trabalhador estava roçando um lote com mato e capim e se deparou com este animal, sendo que o fio da roçadeira provocou um ferimento de uns 04 centímetros no maior eixo em sua parte dorsal.

Como o animal está ferido, provavelmente será entregue na SEMA ou se tratará a lesão por alguns dias para ser realocado em reserva florestal distante do núcleo urbano. Mesmo a lesão sendo pequena, se não tratada, há risco de miíase (popular bicheira).

Este animal não possui peçonha, isto é, não é venenosa, tendo uma dentição que é cientificamente denominada como áglifa, sendo pequenos dentes em ângulo para dentro da boca para facilitar o agarre das suas presas. Esta espécie preda seu alimento por constrição, o que quer dizer que enrolam nas suas presas e vai comprimindo (apertando) o seu corpo musculoso no entorno do bicho predado até que fique impossibilitado de respirar e com dificuldade de circulação pela constrição.

Apesar de não possuir presas de veneno, sua mordida produz lesão, ainda mais sendo uma Jiboia do tamanho desta, que mede em torno de 02 metros. É importante se preservar estes animais porque desempenham papel fundamental no equilíbrio de uma cadeia trófica, ou seja, equilíbrio ambiental dos ecossistemas em que estão integradas.

 Além do mais, é crime ambiental matar animal silvestre. Ao se encontrar um animal como este em local de risco ou que esteja concorrendo no mesmo espaço com o homem, deve-se acionar o Corpo de Bombeiros, ou Polícia Ambiental ou outro órgão ambiental como SEMA ou IBAMA.

 

 

Compartilhe nas redes sociais

COMENTÁRIOS
© Copyright 2014 Jornal Mato Grosso do Norte