Jornal MT Norte
Publicidade
Conselheiros são empossados e prometem fazer bom trabalho
5 conselheiros eleitos no dia 24 de novembro foram empossados para um mandato de 4 anos
13:22   13 de Janeiro, 2020
74ac48c5e3afa2f485941b015f8f6610.jpg

Antônio Viana
Mato Grosso do Norte

Foram empossados na sexta-feira, 10, no Auditório de reuniões do Procon, os novos conselheiros Tutelares de Alta Floresta. Prefeito Municipal Asiel Bezerra e a primeira Dama Luzmaia Quixabeira de Araújo estiveram presentes para acompanhar a posse dos mesmos. 
Dois conselheiros foram reeleitos, Mirian Gisele e Irene Maria foram as únicas que conseguiram mais um mandato. A eleição tinha sido cancelada no dia 06 de outubro por suspeita de irregularidades, e foi realizada um novo pleito no dia 24 de novembro. Já Rosely de Fátima Melo Godoy, Maria de Jesus Pereira e Fagner Aparecido, ambos foram eleitos conselheiros pela primeira vez.  
Mirian Gisele falou a nossa reportagem e disse se sentir agradecida a todos que o confiaram pela terceira reeleição consecutiva como conselheira. “Sabemos da responsabilidade da atuação do conselheiro Tutelar e de sua importância para a efetivação dos direitos da criança e do adolescente. Por isso, assumo diante de todos o compromisso de um trabalho sério, responsável e consciente, pautado dentro das nossas atribuições, exercendo a função em defesa de nossas crianças”, afirma Gisele.
Rosely de Fátima se diz contente e muito surpresa, pois perdeu a primeira eleição no dia 06 de outubro e na segunda vez foi a mais votada com 181 votos. “Posso garantir a todos que depositaram o seu voto de confiança em mim, que irei trabalhar com determinação e ética” afirma Rosely. 

Ireni Maria também se sente agradecida pala reeleição e espera que nesses próximos 4 anos possa, exercer a função com determinação e força para cumprir o que a sociedade lhe confiou através do voto, com muita determinação.  

Fagner aparecido também se sente surpreso pois na primeira eleição em outubro tinha ficado apenas na suplência, e desta vez dia 24 de novembro, buscou melhorar sua campanha e conseguiu uma vitória expressiva.
 Na primeira eleição obteve apenas 70 votos e na segunda, 150 votos. Ele se diz confiante para fazer um bom trabalho, pois já tem uma boa experiência como líder de crianças e jovens na igreja onde congrega. 
Já Maria de Jesus, formada em Serviço Social, espera contribuir da melhor forma possível com o conhecimento que tem na área social para garantir os direitos da criança e adolescentes da cidade. Os candidatos eleitos terão um mandato de 4 anos para trabalhar em defesa dos direitos da criança e do adolescente.

 


 

Compartilhe nas redes sociais

COMENTÁRIOS
© Copyright 2014 Jornal Mato Grosso do Norte