Jornal MT Norte
Publicidade
Tuchel diz que PSG jogou “com um pouco de medo” e que faltou ritmo a Neymar
Técnico alemão assume responsabilidade pelas escolhas na derrota de 2 a 1 para o Dortmund. Capitão Thiago Silva mostra otimismo para o jogo de volta, assim como Neymar, que faz post no Instagram: "Fé, foco e confiança em nós"
13:28   19 de Fevereiro, 2020
bcd5f2fbee0490e16e07696eca153b97.jpg
Foto: Wolfgang Rattay/Reuters

Por GloboEsporte.com e agências de notícias — Dortmund, Alemanha

O técnico Thomas Tuchel não escondeu sua decepção com a derrota do seu PSG para o Borussia Dortmund, por 2 a 1, pela ida das oitavas de final da Liga dos Campeões. Segundo o treinador alemão, a equipe da capital francesa “jogou com um pouco de medo”.

Sobre Neymar, que após a partida na zona mista reclamou de ter sido poupado nos últimos jogos do PSG, Tuchel admitiu que faltou ritmo de jogo ao craque brasileiro quando perguntado sobre a escolha de colocá-lo ao lado de Mbappé no comando do ataque.

- Sabemos que a relação técnica entre ele (Mbappé) e Ney é boa. Mas jogamos o dobro de partida que o Dortmund fez nas últimas semanas. Tivemos problemas de lesão com jogadores-chave. E eles sentiram a falta de ritmo, a dureza da competição, como vimos com Neymar – disse Tuchel, em entrevista coletiva após a partida, ressaltando que não se arrepende de suas escolhas.

- Tenho que tomar decisões antes da partida e assumo total responsabilidade (pelo resultado). Ninguém pode dizer o que teria acontecido se tivéssemos atuado num esquema diferente. Senti que jogamos com um pouco de medo. Medo de errar. Agora é buscar soluções e ter paciência.

Thiago Silva confiante. Neymar também

Apesar do revés na Alemanha, o capitão do PSG Thiago Silva mostrou confiança para o jogo de volta, em março, no Parque dos Príncipes.

- Não, não estou preocupado (com a classificação). Foi uma partida de nível muito alto, na Liga dos Campeões. Estou convencido de que faremos uma boa partida e nos qualificaremos – afirmou o ex-zagueiro do Fluminense em declarações à rádio RMC Sport na zona mista após a a partida em Dortmund.

Nas redes sociais, Neymar também mostrou otimismo

- Fé, foco e confiança em nós... Allez PSG - escreveu o brasileiro.

Para que a qualificação aconteça, o PSG precisa vencer por 1 a 0 ou então por dois gols de diferença no jogo de volta. Os alemães jogam por qualquer empate ou derrotas por um gol de diferença a partir de 3 a 2. Vitória do Dortmund por 2 a 1 leva o confronto para a prorrogação.

 

Compartilhe nas redes sociais

COMENTÁRIOS
© Copyright 2014 Jornal Mato Grosso do Norte