Jornal MT Norte
Publicidade
Mais
13:07   01 de Abril, 2020

NO VAZIO SANITÁRIO
O juiz Rodrigo Roberto acolheu pedido do Ministério Público do Estado e determinou à Associação dos Produtores de Soja e Milho (Aprosoja) e a dois produtores rurais do município de Vera, sendo um deles Antonio Galvan, presidente da entidade, para que promovam a destruição imediata da plantação experimental de soja realizada em uma fazenda, e fixou prazo 72h, a contar da data da notificação da decisão, para comprovar nos autos a execução da medida. Caso contrário, terão que arcar, cada um, com multa diária no valor de R$ 25 mil. Cabe recurso a esta decisão. A plantação foi feita no período vedado pela determinação do vazio sanitário. 

 


 

Compartilhe nas redes sociais

COMENTÁRIOS
© Copyright 2014 Jornal Mato Grosso do Norte