Jornal MT Norte
Publicidade
Projeção é que Covid-19 se multiplique em Mato Grosso em duas semanas
Até no dia 6, Estado poderá ter 81 casos de Covid 19
13:24   01 de Abril, 2020
90164a15ef71523c77e197b800c2fbb5.jpg

Reportagem
Mato Grosso do Norte

O quadro do Coronavírus Alta Floresta, continua inalterado, conforme o último boletim divulgado nesta terça-feira, 31, quando a secretaria municipal de saúde repassou informações relacionadas ao acompanhamento do coronavírus.
Conforme o boletim, são cinco casos suspeitos, sendo que os cinco estão isolados. Até a última sexta-feira, o município tinha 8 casos suspeitos, sendo que dois foram descartados e um excluído.
Um estudo de acompanhamento e projeção dos casos de coronavírus Covid 19, desenvolvido por professores da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), aponta que o número de infectados em Mato Grosso deve quadruplicar nos próximos dias.  Em 6 de abril, serão 81 casos confirmados no estado, caso a velocidade de contágio siga o fluxo atual. Já são 25 casos confirmados em Mato Grosso.
Teste - O Estado de Mato Grosso adquiriu mais 10 mil testes para detecção da Covid-19 por meio de análise de RT-PCR. Com os novos testes, o Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) vai ampliar a realização do exame molecular que diagnostica ou descarta a infecção pelo novo coronavírus.

A determinação para as aquisições extras foi anunciada pelo governador Mauro Mendes e pelo secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo. A equipe técnica da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) providenciou a compra, em caráter de urgência, conforme prevê o Decreto Governamental 407/2020.

De acordo com a diretora do Lacen-MT, Elaine Cristina de Oliveira, cada teste representa uma pessoa testada, portanto, serão mais 10 mil indivíduos a serem diagnosticados ou não com a doença, conforme os critérios estabelecidos pelo Ministério da Saúde. A SES monitora a produção do Laboratório, de forma a identificar preventivamente a necessidade de novas aquisições.
A direção do Lacen-MT ainda ressalta que os laboratórios particulares habilitados para realizar o exame de COVID-19 devem obrigatoriamente notificar Vigilância Epidemiológica do Estado sobre os casos de suspeita e de confirmação da doença.
Em Colíder - O paciente foi encaminhado para o Hospital Regional de Colíder apresentando sintomas respiratórios e fazia parte do grupo de risco por conta da idade, 70 anos, além de ter vindo de outro estado há cerca de vinte dias. Dessa forma, se enquadra como suspeito de estar com coronavírus. Foram coletadas amostras de sangue e enviadas ao Laboratório de Saúde Pública do Mato Grosso – Lacen/MT.
O secretário de Saúde Rafael Bosco alerta que o caso ainda não foi confirmado, visto que o Lacen tem o prazo de 7 a 14 dias, em média, para enviar o resultado.  Em Colíder há 5 casos suspeitos da doença. 
Rafael pede a população que continue seguindo todas as recomendações de prevenção e informa que no hospital os pacientes com os sintomas são isolados, seguindo todos os critérios estabelecidos pela equipe unidade de saúde.


 

Compartilhe nas redes sociais

COMENTÁRIOS
© Copyright 2014 Jornal Mato Grosso do Norte