Jornal MT Norte
Publicidade
Depois de anunciar aposentadoria, Cejudo não descarta retorno: "Dana sabe o número"
Campeão do peso-galo deixa a entender que se receber um aumento em sua bolsa, aceita retornar ao octógono
13:19   11 de Maio, 2020
4f64765bc21104ba1a2718d1a7f4ec1b.jpg
Foto: Getty Images

Por Combate.com — Jacksonville, EUA

Depois de nocautear Dominick Cruz no segundo assalto e manter o título do peso-galo (até 61kg), no co-evento principal do UFC 249, neste sábado, em Jacksonville (EUA), Henry Cejudo chocou seus fãs ao anunciar que se aposentaria do MMA. Na coletiva de imprensa do evento, porém, o campeão não descartou voltar ao octógono, deixando a entender que a decisão está diretamente relacionada a receber um aumento em sua bolsa.

- (Dana) sabe o número (para me fazer voltar a lutar). Mas deixe todos estes pesos-galos se matarem. Deixa eles se divertirem. Eles estão reclamando que estou escolhendo lutas e tudo que você tem que fazer é olhar meu currículo. Eles podem dizer o que eles quiserem, mas eu fiz tudo. Sinto que eu deveria fazer parte do Monte Rushmore dos esportes de combate - afirmou Cejudo.

Dana White pareceu não se importar muito com a aposentadoria de seu campeão e já falou sobre colocar Petr Yan para disputar o cinturão vago dos galos em breve contra um adversário a ser definido. Na guerra velada entre lutador e dirigente, Henry Cejudo explicou o motivo que o teria levado a abandonar o esporte.

- Nos esportes de combate eu sinto que sou o maior com tudo que conquistei. No wrestling eu não fui o maior de todos. Fui campeão olímpico, mas não fui o maior wrestler de todos os tempos. Eu não sou o maior lutador de todos os tempos, mas quando você mistura meu currículo e o que eu fiz, eu acredito que eu esteja no topo da montanha. Sinceramente acredito que sou o maior atleta de esportes de combate de todos os tempos e quero sair no topo - concluiu.


 

Compartilhe nas redes sociais

COMENTÁRIOS
© Copyright 2014 Jornal Mato Grosso do Norte