Jornal MT Norte
Publicidade
ENTREVISTA - Vilmar Pagnoncelli do Grupo Caleche | Alta Floresta é uma das cidades que mais cresce em Mato Grosso
Os investimentos que estão acontecendo colocam Alta Floresta no patamar de grande cidade
11:14   05 de Junho, 2020
e841f745ac4d2a9045a5c7afdec741d3.jpg

Reportagem

Mato Grosso do Norte

Mato Grosso do Norte- Em que ano o senhor chegou em Alta Floresta e veio de onde?

Vilmar - Vim para Alta Floresta no final de 1989 mais precisamente em outubro daquele ano. Na ocasião morava em Rondonópolis, gerenciava uma das lojas da rede Centauro, na época ouvia-se falar das riquezas desta cidade produzida pela extração do ouro.

Mato Grosso do Norte -Em que o senhor investiu quando chegou no município?

Vilmar -Vim para Alta Floresta para ser sócio de uma loja chamada de loja Centro Norte, inauguramos está loja em maio de 1990, mas logo vendi minha parte da sociedade e inaugurei a primeira loja da rede Caleche em maio de 1991. Na rua B na época uma loja de apenas 80 metros quadrados.

Mato Grosso do Norte - Quais as dificuldades enfrentadas na época?

Vilmar -As principais dificuldades da época era a falta de infraestrutura da nossa cidade, falta de energia elétrica, ruas sem asfalto, rodovias de péssima qualidade e muita poeira. Mas a maior dificuldade foi quando o presidente Fernando Collor assumiu a presidência do Brasil e acabou com nossa principal atividade econômica, que era o garimpo. Foi realmente um momento difícil vivenciado por todos os segmentos econômicos e comerciais de Alta Floresta e toda região.

Mato Grosso do Norte - Alta Floresta correspondeu com suas expectativas?

Vilmar - Sim... Ela correspondeu as minhas expectativas. Foi um começo difícil como acredito que foram para todos os comerciantes, mas sempre olhei para Alta Floresta e região como uma cidade próspera. Os recursos naturais, terras agricultáveis, pecuária em expansão, e principalmente, o nosso clima com temporadas de chuvas favorável a agricultura.

- Mato Grosso do Norte -Como o senhor vê Alta Floresta no atual cenário Econômico de Mato Grosso?

Vilmar -No atual cenário, vejo Alta Floresta como uma das cidades que mais cresce no Mato Grosso, não só populacional, como também cresce em infraestrutura, um comércio cada vez mais forte e diversificado, privatização da rodovia  MT- 208 oferecendo melhores estradas, privatização do aeroporto tornando mais eficiente e abrindo possibilidades para as empresas aéreas abrir novas linhas, crescimento no setor imobiliário obras como o condomínio Hamoa, que coloca nossa cidade num patamar de uma grande cidade, a futura lojas Havan, somos atendidos com supermercados de excelência, como o Delmoro, Kinfuku e mais recente o Machadão. E também temos que destacar o crescente cursos e Faculdades na área de Educação, com destaque para IFMT.

Mato Grosso do Norte - O que o senhor diria para um empresário que tem projetos para investir em Alta Floresta?

Vilmar - Recomendaria nossa cidade a qualquer empresário que queira investir, porque sempre vi Alta Floresta como uma cidade líder de uma grande região, uma região próspera e cada vez mais nos oferecendo qualidade de vida.

Mato Grosso do Norte -Que mensagem o senhor deixa para a população neste momento de grande dificuldade em função da crise provocada pelo coronavírus?

Vilmar - A mensagem que deixo para nossa população neste período de pandemia é que cada um faça sua parte no processo de cuidados e prevenção. Estamos vivendo um momento delicado em relação a saúde da população e com grandes consequências econômicas que podem afetar nossas vidas mais que este próprio vírus. Portando, devemos saber filtrar as mais diversas informações que nos chegam e saber se posicionar, pois tem muitos grupos de pessoas com interesses, que distorcem os fatos.

 

 

 


 

Ouça o áudio

Compartilhe nas redes sociais

COMENTÁRIOS
© Copyright 2014 Jornal Mato Grosso do Norte