Jornal MT Norte
Publicidade
Azul reabrirá sete bases de operação no país
Em Alta Floresta, a companhia irá operar quatro voos por semana para a capital mato-grossense
20:40   14 de Julho, 2020
cfc1c217b3c3db29eafb30a16e12125a.jpg

Assessoria -

 

Em julho, a Azul volta a adicionar novos voos e a reabrir bases de operação em todo o país. Com a consolidação dos novos protocolos de higiene e oferecendo alternativas a quem precisa se locomover entre cidades, a companhia retoma suas operações em Guarulhos (SP), Marília (SP) e Maceió (AL), João Pessoa (PB), Alta Floresta (MT) (ontem 13) e Maringá (PR) e Porto Seguro (BA), no dia 21 de julho.

Ao todo, a Azul deve operar 242 voos diários em dia-pico em julho, o que representa um acréscimo de 42% frente à malha que está sendo operada neste mês. As passagens para os novos voos já estão disponíveis em todos os canais oficiais da companhia. 

Em Alta Floresta, a companhia irá operar quatro voos por semana para a capital mato-grossense, com as aeronaves modelo Embraer 195, que podem transportar até 118 Clientes. Em Cuiabá, os Clientes de Alta Floresta poderão se conectar para destinos como Sinop, Juína, Tangará da Serra, Água Boa, São Felix do Araguaia, Campo Grande, Brasília, Campinas e Guarulhos.

Os voos sairão de Cuiabá as 11h30 com chegada às 12h50 em Alta Floresta, retornando as 14h00, com chegada às 15h20 em Cuiabá.   

Incluindo a reabertura das sete bases, a Azul deve operar 23 novos mercados em julho, com destaque para a rota inédita Santos Dumont-Recife, ampliando para oito o número de cidades servidas a partir do SDU. Em Belo Horizonte, a companhia volta a oferecer ligações diretas para Guarulhos, Recife, Salvador, Brasília, Porto Seguro e Belém, chegando a cerca de 20 voos diários. O Recife terá voo direto para o Rio, Teresina, João Pessoa, Maceió, Guarulhos e BH, fazendo com que o centro de conexões do Nordeste chegue, em média, a 22 decolagens por dia. Já Manaus volta a ser conectado com Belém e Porto Velho, enquanto Cuiabá receberá importantes incrementos para Campo Grande e Guarulhos.                

"A malha que estamos construindo para julho fortalece a conectividade da Azul para todas as regiões do país, reconectando o Brasil por meio do modal aéreo. Sabemos que o transporte aéreo é essencial e fundamental para contribuir com a retomada da economia e estamos prontos para, junto com as novas medidas de higiene e protocolos sanitários, voar para cada região, garantindo a saúde de nossos Clientes e Tripulantes que precisam se deslocar entre as cidades", afirma Abhi Shah, vice-presidente de Receitas da Azul. 

Limpeza reforçada e medidas de higiene a bordo

Desde o início da pandemia, a Azul reforçou a limpeza de suas aeronaves a cada voo e à noite, seguindo os protocolos sugeridos pela IATA. A companhia também foi a primeira do país a tornar obrigatório o uso de máscaras por Tripulantes e Clientes, tanto a bordo quanto em solo. Em outra iniciativa pioneira, a Azul passou a medir a temperatura dos Tripulantes a cada início de turno, aumentando a confiança em solo e a bordo e preservando a vida e a segurança de todos. 

Kits com luvas, álcool em gel e lenço umedecido abastecem os aviões a cada novo voo e estão à disposição para uso dos Clientes e dos Tripulantes da Azul quando necessário. A companhia também tem utilizado descontaminantes bactericidas que contam com um princípio ativo que elimina o vírus da COVID-19 em 99,99% dos casos. Com o produto e a limpeza dupla nos assentos, mesinhas, bolsão, banheiros, encosto de cabeça, cinto de segurança, janela, paredes e compartimentos superiores, a Azul vem atendendo todas as normas de procedimento de limpeza e desinfecção sugeridas pela Anvisa.  

 


 

Compartilhe nas redes sociais

COMENTÁRIOS
© Copyright 2014 Jornal Mato Grosso do Norte