Jornal MT Norte
Publicidade
Sufocados pela poeira, moradores cobram asfalto
Moradores da avenida Orquídeas, se dizem abandonados pelo poder público e há mais de 20 anos cobram asfalto
10:07   15 de Julho, 2020
4454a6fb6227fccc14530ace085088ae.jpg

José Vieira do Nascimento
Editor Mato Grosso do Norte 

Completamente abandonados pela administração municipal e pela Câmara de vereadores. É assim que se sentem os moradores da avenida das Orquídeas, no bairro Bom Pastor, que é uma das mais antigas de Alta Floresta, mas que nunca recebeu atenção do poder público municipal.
Os moradores Valdir Antoniolli  Junior e Hélio Gonçalves da Silva, que moram na avenida desde o início da década de 1990, afirmam que todos os anos cobram a pavimentação, mas nem a administração anterior, muito menos a atual, deram atenção a esta reivindicação e a avenida sempre esteve entregue ao mais completo descaso do poder público municipal.  
“Cobramos asfalto e também melhorias para a rua, mas não fazem nada. Teve época que a situação desta rua era tão precária que não passava nem de bicicleta. Agora pedimos que fizessem pelo menos quebra mola, mas não fizeram. Por ser uma avenida, deveriam olhar com mais carinho, até mesmo pelo movimento de carro que tem. É umas das poucas avenidas da cidade que não tem asfalto”, lamentam os dois moradores.
Segundo Hélio e Júnior, os moradores da avenida das Orquídeas só são lembrados em ano de eleição. Nestas ocasiões, conforme eles, os políticos aparecem na rua, fazem as falsas promessas que vão fazer o asfalto, mas depois da eleição, nada acontece e o abandono continua. 

“São apenas promessas faltas para enganar os moradores. Há mais de 20 anos temos que conviver com a poeira na estiagem e lama na época das chuvas. Isto sem contar com os buracos, pois raramente são feitas melhorias aqui”, enfatizam.

Recentemente, os moradores tomaram a decisão extrema de trancar a rua para chamar a atenção do poder público municipal e da classe política, para o dilema enfrentado pelos moradores.
“Algumas pessoas ficaram com raiva porque trancamos a rua, mas fizemos isto pesando na saúde dos moradores.  Quando a rua está em condições de tráfego, o fluxo de carro aqui é grande. Esta avenida serve de acesso a vários bairros, a duas escolas e a uma Unidade de Saúde. E nós ficamos sofrendo na poeira”, lamenta Hélio. 
Segundo Hélio, no ano passado, conforme informações que recebeu de vereadores, teria sido destinado uma emenda para asfaltar a avenida Orquídea, mas o recurso não foi depositado porque a prefeitura de Alta Floresta não estaria com as certidões em dia. Portanto, não estava apta para receber recursos. 
“Este ano continuamos cobrando os vereadores para tentar viabilizar o asfalto da rua. Os moradores estão dispostos a ajudar, mas não temos ainda proposta da prefeitura de como seria a contrapartida dos moradores para a obra ser executada. Estamos esperando uma proposta da prefeitura. Já temos o projeto e o orçamento”, enfatiza Hélio. 
Segundo ele, para asfaltar um trecho considerado o mais crítico da avenida, o custo da obra seria de R$ 500 mil. Isto se os moradores arcassem com o pagamento, sem a participação da prefeitura. “Estamos confiantes que até no ano que vem, conseguiremos fazer este asfalto”, avalia Hélio e Júnior. 


 

Ouça o áudio

Compartilhe nas redes sociais

COMENTÁRIOS
© Copyright 2014 Jornal Mato Grosso do Norte