Jornal MT Norte
Publicidade
GP dos 70 anos da F1: Mercedes domina amplamente, e Bottas supera Hamilton no 1º treino
Assim como no fim de semana do GP da Inglaterra, finlandês começa melhor, 0s138 à frente do hexacampeão; Verstappen fica em terceiro à frente de Hulkenberg e Leclerc
10:20   07 de Agosto, 2020
6433a9c401670a03806e4c3d7d7f6f06.jpg
Foto: Divulgação

Por Redação do ge — Silverstone, Inglaterra

A Mercedes dominou amplamente o primeiro treino livre para o GP dos 70 anos da Fórmula 1, em Silverstone, e Valtteri Bottas fez o melhor tempo, com 1m26s166, 0s138 à frente do hexacampeão e líder do atual campeonato Lewis Hamilton. Max Verstappen levou a RBR ao terceiro lugar, mas já 0s727 atrasado em relação a Bottas, enquanto Nico Hulkenberg, que substitui novamente Sergio Pérez (com coronavírus) na Racing Point, foi o quarto colocado.

Charles Leclerc foi o melhor piloto da Ferrari, em quinto, duas posições à frente de Sebastian Vettel, e, entre eles, ficou Alexander Albon (RBR). Completaram os dez mais rápidos, do oitavo ao décimo lugares, Lance Stroll (Racing Point), Daniil Kvyat (AlphaTauri) e Esteban Ocon (Renault).

O segundo treino livre será disputado a partir das 11h (de Brasília), com transmissão do SporTV2. Acompanhe em tempo real pelo ge.

Punição à Racing Point

Pouco antes do treino, a FIA divulgou uma punição à Racing Point por copiar o sistema de freios da Mercedes. A equipe perdeu 15 pontos no Mundial de Construtores e foi multada em 400 mil euros (cerca de R$ 2,5 milhões). O chefe Otmar Szafnauer contestou a punição em entrevista ao repórter Marcelo Courrege.

Hulk de novo

Nico Hulkenberg foi confirmado pela Racing Point no lugar de Sergio Pérez, cujo último exame para coronavírus deu positivo. Em seu segundo fim de semana pela equipe, o alemão teve um desempenho bastante consistente, sempre figurando entre os primeiros colocados. Hulk chegou a andar em terceiro lugar e ainda terminou em quarto.

Amplo domínio da Mercedes

A rotina de domínio amplo da Mercedes não foi alterada neste primeiro treino. Desde a primeira entrada na pista, Bottas e Hamilton estabeleceram a dobradinha da equipe hexacampeã. Assim como no fim de semana do GP da Inglaterra, Bottas começou o fim de semana na frente. Resta saber se na corrida a situação vai se inverter, como no último fim de semana, quando Hamilton fez a pole e venceu.

Poucos incidentes

Não foi um treino com muitos incidentes. Na prática, apenas Kimi Raikkonen, Kevin Magnussen e Esteban Ocon deram suas escapadas, mas conseguiram voltar para a pista. O dinamarquês, no entanto, não continuou no treino e acabou com a última colocação.

Em penúltimo lugar ficou o polonês Robert Kubica, piloto reserva da Alfa Romeo. Substituindo o titular Antonio Giovinazzi, Kubica ficou 0s305 atrás do companheiro Kimi Raikkonen.

 

 

 

 

 


 

Compartilhe nas redes sociais

COMENTÁRIOS
© Copyright 2014 Jornal Mato Grosso do Norte