Jornal MT Norte
Publicidade
Vereador Tuti se elege presidente da Câmara de Alta Floresta
Filiado ao PSDB, vereador está no quarto mandato
12:16   02 de Janeiro, 2021
360334825f2741b93ab33dc4f17aa6ad.jpg

José Vieira do Nascimento/ Mato Grosso do Norte

 

Os 13 novos vereadores de Alta Floresta foram empossados no cargo nesta sexta-feira, 1ª, para a Legislatura 2021/ 2024. Na oportunidade, o vereador Oslen Dias, o Tuti (PSDB) foi eleito presidente da Câmara Municipal. Ele teve 11 votos a seu favor e apenas dois contrários.

Foram contra a chapa de Tuti, o vereador Luciano Silva (Podemos) e Ilmarli Teixeira (PT). Em Alta Floresta, na eleição de 15 de novembro, apenas dois vereadores foram reeleitos: Tuti e Marcos menin.

O novo presidente da Câmara está no quarto mandato consecutivo e afirmou que está ciente de sua responsabilidade fará uma gestão à frente do poder Legislativo, sem retaliações, pensando nos interesses da cidade.

“Vamos ser imparcial, juntos por Alta Floresta. Todos os vereadores vão trabalhar juntos para alavancar o desenvolvimento do município. Minha gestão vai ser transparente, limpa e honesta. Todas as informações vão estar no portal da transparência”, assegurou

Novos vereadores de Alta Floresta

  • Francisco Ailton, do Republicanos, tem 51 anos, é solteiro e tem ensino fundamental incompleto. Ele tem um patrimônio declarado de R$ 4.000,00.
  • Naldo da Pista, do Republicanos, tem 54 anos, é casado, declara ao TSE a ocupação de servidor público estadual e tem ensino médio completo. Ele tem um patrimônio declarado de R$ 7.300,00.
  • Professora Ilmarli Teixeira, do PT, tem 54 anos, é solteira, declara ao TSE a ocupação de servidora público estadual e tem superior completo. Ela tem um patrimônio declarado de R$ 60.028,73.
  • Tuti, do PSDB, tem 50 anos, é divorciado, declara ao TSE a ocupação de vereador e tem ensino fundamental completo. Ele tem um patrimônio declarado de R$ 365.028,35.
  • Pitoco, do PSDB, tem 65 anos, é casado, declara ao TSE a ocupação de empresário e tem ensino médio incompleto. Ele tem um patrimônio declarado de R$ 752.885,83.
  • Douglas Teixeira, do PSC, tem 33 anos, é casado, declara ao TSE a ocupação de servidor público municipal e tem superior incompleto. Ele tem um patrimônio declarado de R$ 70.000,00.
  • Luciano Silva, do Podemos, tem 47 anos, é casado, declara ao TSE a ocupação de servidor público municipal e tem superior completo. Ele tem um patrimônio declarado de R$ 429.937,90.
  • Zé Eskiva, do PL, tem 29 anos, é solteiro, declara ao TSE a ocupação de atleta profissional e técnico em desportos e tem ensino médio completo. Ele tem um patrimônio declarado de R$ 5.000,00.
  • Leonice Klaus, do PDT, tem 50 anos, é casada, declara ao TSE a ocupação de servidora público municipal e tem ensino médio completo. Ela tem um patrimônio declarado de R$ 202.000,00.
  • Adelson Servidor, do PDT, tem 56 anos, é divorciado, declara ao TSE a ocupação de servidor público federal e tem superior completo. Ele tem um patrimônio declarado de R$ 34.856,75.
  • Marcos Menin, do MDB, tem 47 anos, é solteiro, declara ao TSE a ocupação de vereador e tem ensino médio completo. Ele tem um patrimônio declarado de R$ 24,29.
  • Claudinei de Jesus, do MDB, tem 44 anos, é solteiro, declara ao TSE a ocupação de servidor público municipal e tem superior completo. Ele tem um patrimônio declarado de R$ 186.350,00.
  • Bernardo Patricio, do MDB, tem 50 anos, é casado, declara ao TSE a ocupação de diretor de empresas e tem superior completo. Ele não declara nenhum bem como patrimônio.

 Vereadores por partido

MDB: 3
PDT: 2
PSDB: 2
Republicanos: 2
PL: 1
Podemos: 1
PSC: 1
PT: 1

 

 


 

Compartilhe nas redes sociais

COMENTÁRIOS
© Copyright 2014 Jornal Mato Grosso do Norte