Jornal MT Norte
Publicidade
Mais
09:33   13 de Janeiro, 2021

ASSÉDIO 


O presidente do Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso (Indea), Marcos Catão Dornelas Vilaça, está sendo acusado de assédio sexual por uma servidora contratada. A mulher alega que trabalhou durante sete meses, em 2020, no Indea. Era responsável por assessorar o presidente do órgão em atividades cotidianas como servir café. Em uma ocasião em que foi trocar um garrafão de água no gabinete, o presidente teria feito insinuações e massageado o próprio pênis durante a conversa. Marcos nega as acusações. Porém o governo divulgou nota afirmando que irá investigar a denúncia.

 


 

Compartilhe nas redes sociais

COMENTÁRIOS
© Copyright 2014 Jornal Mato Grosso do Norte