Jornal MT Norte
Publicidade
Prefeito diz que até dia 6 será anunciado uma solução para a Escola Militar de Alta Floresta
Nova Escola não será destinada a Escola Militar, mas prefeitura, Seduc e Corpo de Bombeiros se unem para encontrar solução
10:01   22 de Fevereiro, 2021
22d8ef5bedb6fd2a843116ec4c685745.jpg

José Vieira do Nascimento
Editor Mato Grosso do Norte

O prefeito de Alta Floresta, Chico Gamba (PSDB) que permaneceu em Cuiabá na semana passada cuidando de assuntos de interesse do município, afirmou à Mato Grosso do Norte, que conseguiu, através de um entendimento construída com a Secretaria Estadual de Educação, SEDUC, por um ponto final no impasse envolvendo a Escola Militar de Alta Floresta, com relação a ocupação das 12 salas construídas no bairro Bom Pastor, na grade Cidade Alta.
Conforme o prefeito, a reunião contou também com a participação do Comandante do Corpo de Bombeiros, Ricardo Antônio Bezerra da Costa, da secretária de Educação do município, Lucinéia Martins, e com a direção da Seduc. 
“Foi uma reunião positiva e adianto que a nova escola com as 12 salas será para os alunos do bairro Jardim das Flores, portanto, não será repassada para a Escola Militar. Mais o importante é que ficou definido é que a Seduc ficou encarregada por encontrar uma solução”, assegurou o prefeito.
Segundo Chico Gamba, a construção da nova escola tem um histórico iniciado em 2008, projetada para atender o município através de recurso do governo federal. Porém, ele observa que como gestor, sempre teve o interesse de manter a Escola Militar na cidade. 
“Antes de assumir o mandato eu já estava trabalhando na busca de uma solução, representantes da Seduc já estiveram em Alta Floresta para discutir este assunto. Já nos reunimos com o Corpo Técnico do Corpo de Bombeiros, oferecemos uma sala na Escola Jardim das Flores por um período. Mas tivemos esta reunião com todas as partes envolvidas e o objetivo de todos é trabalhar para que a Escola Militar tenha o seu espaço com condições de atender as suas necessidades”, enfatiza.

O prefeito disse que ainda não pode detalhar o que foi discutido na reunião para não criar mal interpretações e expectativas. No entanto, assegurou que o governo estadual assumiu o compromisso, junto com o Corpo de Bombeiros e a prefeitura de Alta Floresta, para que este problema em um curto espaço de tempo seja resolvido.

“Definimos para o dia 6 de março, para termos uma posição do que será feito com a Escola Militar de Alta Floresta. Mas a comunidade pode se tranquilizar porque o objetivo de todos é encontrar a melhor solução”, assegurou o prefeito.


 

Compartilhe nas redes sociais

COMENTÁRIOS
© Copyright 2014 Jornal Mato Grosso do Norte