Jornal MT Norte
Publicidade
Programa de incentivo ao plantio do cacau na região
09:59   29 de Março, 2021

Luciana Cury
Seaf-MT

O Governo de Mato Grosso, por meio da Secretaria de Estado de Agricultura Familiar (Seaf), executa projeto para incentivar o cultivo do cacau no Estado. O Programa ‘MT Produtivo – Cacau’ prevê disponibilizar 300 mil mudas de cacacueiro a agricultores familiares das regiões norte e noroeste do Estado nos próximos dois anos.
A expectativa é de que Mato Grosso quase triplique a produção, saltando das atuais 491 toneladas de cacau/ano para cerca de 1.500 t/a de matéria-prima do chocolate, uma vez que cada hectare poderá produzir anualmente uma média de 3,5 toneladas do fruto do cacaueiro. O Estado ocupa atualmente o 6º lugar na produção nacional de cacau. A previsão é de que os investimentos para a execução do programa alcancem a marca de R$ 1 milhão.
O programa ‘MT Produtivo – Cacau’, além da entrega de mudas, já disponibilizou recursos para contratação e capacitação de técnicos que irão atuar via prefeituras, percorrendo as propriedades participantes da ação de governo, a instalação de unidades demonstrativas que servirão de vitrine para o aprimoramento das práticas de manejo e acesso à linha de crédito.
A produção atual do cacau em Mato Grosso está concentrada nas regiões noroeste e norte. O Estado possui 11 municípios com produção regular: Colniza, Cotriguaçu, Brasnorte, Aripuanã, Novo Mundo, Carlinda, Paranaíta, Porto Estrela, Nova Monte Verde, Terra Nova do Norte e Rondolândia. As cidades que mais produzem são Colniza e Cotriguaçu.
A plantação do cacau pode ser consorciada com o plantio da banana. Ou seja, os dois podem ocorrer ao mesmo tempo, na mesma área. E atualmente a amêndoa do cacau fermentada e seca pode ser vendida entre R$ 13 a R$ 17 o quilo.


 

Compartilhe nas redes sociais

COMENTÁRIOS
© Copyright 2014 Jornal Mato Grosso do Norte