Jornal MT Norte
Publicidade
São Paulo encerra jejum com o título do Paulistão
São Paulo bate o Palmeiras por 2 a 0 e é campeão paulista Tricolor volta a vencer um título após quase nove anos de seca
09:44   25 de Maio, 2021
7351f3d3b52ba05e92f0efd9e2e68e2c.jpg
Foto: Paulo Pinto São Paulo FC

Lance!

É o fim do jejum! O São Paulo é o campeão do Paulista de 2021. O time volta a levantar uma taça após quase nove anos de seca. O Tricolor bateu o Palmeiras por 2 a 0 neste domingo, 23, e conquistou seu 22ª título estadual. A taça foi incontestável. A melhor campanha do Campeonato com onze vitórias, quatro empates e somente uma derrota. Foram 38 gols marcados em dezesseis partidas, o melhor ataque do torneio.

O São Paulo encerrou um jejum de 16 anos sem ganhar o Paulistão. A equipe não sabia o que era vencer o torneio desde 2005, quando faturou o torneio sob o comando de Emerson Leão. Naquela ocasião, ele liderou o time na competição por pontos corridos e viu a equipe se sagrar campeã com um empate por 0 a 0 contra o Santos. Este é o 22º título do Tricolor no Paulistão — o Peixe tem o mesmo número de conquistas.

O time de Hernán Crespo mereceu muito o título, priorizando e dominando o torneio do começo ao fim. Na partida da final, o Tricolor mostrou sua qualidade técnica para vencer por 2 a 0 um rival muito bem montado na defesa. Com gols de Luan, cria da base e Luciano, craque da equipe. 
Aos 36 minutos do primeiro tempo, o volante Luan arriscou de fora da área e contou com um desvio em Felipe Melo para abrir o placar da decisão. O gol veio num momento em que o jogo estava muito parado, muito truncado, com as equipes explorando muito pouco o ataque.
Aos 32 minutos do segundo tempo, o São Paulo utilizou muito bem os espaços cedidos pela defesa do Palmeiras para ampliar o placar. Em bela jogada pelo lado esquerdo do ataque, Rodrigo Nestor recebeu a bola no fundo e colocou com muita qualidade para Luciano, sozinho na área, empurrar para o gol e deixar o São Paulo muito perto do fim da fila.


 

Compartilhe nas redes sociais

COMENTÁRIOS
© Copyright 2014 Jornal Mato Grosso do Norte