Jornal MT Norte
Publicidade
Anvisa interrompe partida de Brasil e a Argentina
Clássico é paralisado em função do descumprimento de regras sanitárias por quatro jogadores argentinos
10:09   06 de Setembro, 2021
8e0dd44f88079e35186d6955eae2a687.jpg
Foto: Após a invasão do campo, partida entre as seleções rivais, foi suspensa. Foto/Lucas Figueiredo/CBF

GE

Este domingo, 5 de setembro de 2021, reservou um Brasil x Argentina para a história. Mas não por causa da bola. O clássico pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022, foi suspenso pela arbitragem depois de agentes da Anvisa e da Polícia Federal paralisarem a partida ainda no primeiro tempo. O motivo: quatro jogadores argentinos violaram regras sanitárias ao entrar no país sem comunicar que passaram pela Inglaterra, onde jogam. Eles deveriam ter feito quarentena, medida preventiva à disseminação da Covid-19.
A Conmebol, em comunicado, disse que a competição é organizada pela Fifa e que a entidade decidirá os próximos passos depois de sua Comissão Disciplinar receber um informe do árbitro e do delegado da partida. Não há informações confirmadas sobre nova data ou eventual perda de pontos para alguma das seleções. O jogo estava 0 a 0 quando foi suspenso.
Emiliano Martinez, Emiliano Buendia, Giovani Lo Celso e Cristian Romero são os jogadores protagonistas da confusão. Todos jogam na Premier League. Ao entrar no Brasil na sexta-feira, eles declararam não ter pisado no Reino Unido nos últimos 14 dias.
A entrada dos agentes em campo quase virou confusão com jogadores argentinos. Um deles se estranhou com o zagueiro Otamendi.
O presidente em exercício da CBF, Ednaldo Rodrigues, criticou a ação da Anvisa de paralisar a partida entre Brasil e Argentina. "A Anvisa extrapolou nas suas decisões, poderia ter evitado tudo antes", disse o dirigente.
Não foram só os jogadores: a imprensa argentina também criticou o Brasil pela situação. "Papelão mundial brasileiro", escreveu o jornal "Olé". De um dos maiores clássicos do planeta, fez-se um treino. Depois de suspensa a partida, o técnico Tite decidiu fazer um treinamento no gramado.

De acordo com a nota publicada pela Conmebol, a Fifa será a responsável por decidir os próximos passos do confronto entre Brasil e Argentina. Ainda não é possível afirmar se o jogo será cancelado ou se as equipes voltarão a se enfrentar.


 

Compartilhe nas redes sociais

COMENTÁRIOS
© Copyright 2014 Jornal Mato Grosso do Norte