Jornal MT Norte
Publicidade
Agência Regional do Ministério do Trabalho corre risco de ser fechada
Agência fica em Sinop, mas atende todos os municípios da região, incluindo Alta Floresta e Guarantã do Norte
17:43   13 de Setembro, 2021
d3ec4b1de0bd704133a89495af43fcd3.jpg

Edemar Savariz
Mato Grosso do Norte

A Agência do Ministério do Trabalho, localizada em Sinop, mas que atende toda a região norte de Mato Grosso, corre o risco de ser fechada por decisão do governo federal.
Márcio de Oliveira Miranda é Chefe da Agência do Ministério do Trabalho de Sinop. Segundo ele, a agência atende toda a região norte de Mato Grosso e algumas cidades do estado do Pará. “Devido a agilidade desta agência, conseguimos atender todas essas cidades e, quando chega as demandas até às 15 horas, estamos conseguindo dar uma resposta no mesmo dia. Por causa desta agilidade, às vezes atendemos até outros estados”, disse o Chefe da Agência.
O vereador Adelson da Silva Rezende (PDT) esteve na última sexta-feira no município de Sinop, após receber informações que a Agência do Ministério do Trabalho, poderá ser fechada.
Para o vereador, essa é uma demanda de todos os municípios do norte de Mato Grosso, pois a regional de Sinop atende toda a região. “Se a agência do Ministério do Trabalho de Sinop fechar toda a região será prejudicada, pois ela atende todos os municípios e até outros estados. É importante frisar que ela é a única agência do Ministério do Trabalho presente no norte do estado”, disse o vereador.
Conforme Adelson, a Agência do Ministério do Trabalho de Sinop presta um importante serviço de atendimento à população. Caso seja fechada, um importante público, principalmente a classe trabalhadora, sofrerá as consequências.  
Por isto, na sua opinião, é importante que todos os políticos do norte se juntem para pedir aos representantes de Mato Grosso, que intervenham junto ao Governo Federal, para que não feche a agência.
De acordo com Márcio de Oliveira, no estado de Mato Grosso, o Ministério do Trabalho possui agências nos municípios de Sinop, Cáceres, Campo Verde, em Rondonópolis fica a Gerência e em Cuiabá a Superintendência. 
“Tínhamos agências nas cidades de Lucas do Rio Verde, Sorriso, Diamantino e Tangará da Serra, mas essas agências já foram fechadas e se não tiver uma mobilização, a de Sinop poderá ser a próxima”, enfatiza Márcio.
Os principais serviços prestados pelas Agências do Ministério do Trabalho são no atendimento com os serviços de seguro desemprego, recursos do seguro desemprego, abono do PIS, CAGED (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), RAIS, empregador Web que são mais entregadores e escritório de contabilidade, tanto na informação, quanto na exclusão de cadastro, também com informações trabalhistas e denúncias relacionadas ao trabalho. 
“Esses trabalhos, os SINES (Sistema Nacional de Emprego) não podem realizar, quando tem alguma demanda, eles encaminham para nós resolvermos”, disse Márcio.
Márcio destacou a importância dessa Agência do Ministério do Trabalho de Sinop, permanecer com atendimento. “Hoje na região norte nós só temos a agência de Sinop, fora essa agência a próxima é Cuiabá. Se essa agência chegar a fechar será uma perca muito grande para a população. 

Agência fica em Sinop, mas atende todos os municípios da região, incluindo Alta Floresta e Guarantã do Norte

Aqui nós atendemos os Sines de Alta Floresta, Guarantã do Norte, Juara e alguns posto de atendimento desses serviços que são nas cidades, caso a agência feche, o atendimento mais próximo será em Cuiabá”, explica. 
“Nós precisamos de apoio de todos os municípios que são atendidos para que ela não venha a fechar. A população precisa saber que essas é agências são importantes e que prestam um serviço fundamental, garantindo o direito das pessoas. Por este motivo, é importe que haja uma mobilização para intermediar junto ao Governo Federal”, finaliza


 

Compartilhe nas redes sociais

COMENTÁRIOS
© Copyright 2014 Jornal Mato Grosso do Norte