Jornal MT Norte
Publicidade
Alunos de escolas públicas se tornam embaixadores e irão plantar 800 árvores
A iniciativa é da organização alemã, Plant-for-the-Planet em parceria com o ICV e Secretaria de Meio Ambiente
15:16   19 de Novembro, 2021
8697cdb73c74617a47e4ace3c754a8a9.jpg

Edemar Savariz
Mato Grosso do Norte

400 Estudantes de escolas de Alta Floresta se tornaram Embaixadores da Justiça Climática. A capacitação teve a organização da Plant-for-the-Planet – organização sem fins lucrativos- fundada na Alemanha, com o apoio da Secretaria Municipal do Meio Ambiente, através do Programa Adote Uma Nascente, do ICV (Instituto Centro de Vida) e do KAS Fundação Konrad Adenauer. 
A Plant-for-the-Planet atua em 72 países, nasceu na Alemanha através do Felix Finkbeiner, quando ele tinha apenas 9 anos de idade e o sonho de plantar um milhão de árvores com as crianças. Porém, hoje, através de parceiros e amigos, já foram registrados treze bilhões de árvores no contador de árvores do site da instituição.
Luciano Frontelle, Diretor Executivo Brasil da Plant-for-the-Planet, esteve em Alta Floresta, esta semana, para a formação dos Embaixadores da Justiça Climática. Ele explica que este trabalho visa a conscientização das crianças na construção de um mundo melhor, visando a preservação do Meio Ambiente.
“O trabalho que viemos fazer aqui em Alta Floresta faz parte de uma metodologia que é aplicada em todo o mundo. As crianças aprendem o que está acontecendo em nosso planeta, ao mesmo tempo que elas agem e fazem acontecer a partir de onde elas moram”, explica Luciano.
O Diretor Executivo disse que todas as crianças que foram capacitadas são transmissoras do que aprenderam. “Elas vão voltar para as suas casas, conversarem com as suas famílias e compartilharem o que aprenderam. É um processo onde a criança aprende e a comunidade se mobiliza”, explica.
“Se nós só falarmos a respeito do problema climático, as crianças ficam pensativas, ansiosas e até imaginam que nada pode ser feito, mas a partir de uma metodologia, brincadeiras, alguns jogos, com essa dinâmica fica mais leve o assunto e com o plantio de árvores que será feito esta semana, elas vão fazer parte de algo e que mesmo na idade que elas têm, podem fazer alguma coisa para mudar esta situação”, enfatiza.
Luciano pede a comunidade alta-florestense que participe das ações dessas crianças a partir de agora. “O trabalho foi feito e nós pedimos que a comunidade de Alta Floresta possa acolher essas crianças que são embaixadoras da justiça climática. Elas estão cheias de vontade, apresentaram aqui vários projetos que querem realizar, resgatar a horta da escola, fazer mais plantios, enfim, elas estão com muita vontade de agir. É muito importante que os adultos, a prefeitura, incentive para que elas possam dar continuidade a este trabalho”, finaliza.

A iniciativa é da organização alemã, Plant-for-the-Planet em parceria com o ICV e Secretaria de Meio Ambiente

O diretor de Desenvolvimento Sustentável da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Coordenador do Programa Adote Uma Nascente, José Alesandro Rodrigues explicou que os trabalhos realizados com as crianças foram de 4 horas e o término será com que cada aluno plante uma árvore.
“É um trabalho de formação, transformação, educação para que as pessoas possam sentir o quanto é importante e reconhecer a grandeza desta natureza. Temos que ter uma ação para conservar recursos naturais e nada melhor que nós seres humanos termos a sensibilidade para cuidarmos das nascentes, dos rios e da natureza como um todo”, disse Alesandro. 
Alesandro explica que com esta parceria de formar 400 embaixadores da justiça climática, ao todo serão plantadas pelos alunos, 800 árvores nos locais onde existe o Projeto Adote Uma Nascente.

“Os locais que serão plantadas as árvores é o Adote Uma Nascente do Boa Nova II, do bairro Cidade Bela e a nascente do Bairro Ipiranga que será plantada pelos alunos das escolas Dom Bosco, Universitário e Jayme Veríssimo de Campos, os alunos da escola Militar Dom Pedro II irão plantar no Adote Uma Nascente do Rotary Clube Alta Floresta. As demais, os alunos irão plantar no Adote Uma Nascente próximas a escola”, finaliza.

 


 

Compartilhe nas redes sociais

COMENTÁRIOS
© Copyright 2014 Jornal Mato Grosso do Norte