Jornal MT Norte
Publicidade
         
      
         
Brasil abre mercado do Japão para carne bovina
Vice-ministro da Agricultura japonês deu a notícia ao ministro Blairo Maggi durante encontro na COP 13, no México
09:11   05 de Dezembro, 2016

O Japão vai permitir a importação de carne bovina brasileira, informou o vice-ministro de Assuntos Internacionais do Ministério da Agricultura, Florestas e Pesca do país asiático, Hiromichi Matsushima, ao ministro Blairo Maggi (Agricultura, Pecuária e Abastecimento). Em encontro que os dois tiveram em Cancún (México), durante a COP 13, a Conferência da Biodiversidade, Blairo Maggi reforçou que a OIE (Organização Internacional de Saúde Animal) reconhece a sanidade no Brasil como “excelente”.
De acordo com Hiromichi Matsushima, “faltam apenas resolver algumas questões burocráticas no Ministério da Saúde do Japão”. Ele destacou o avanço das negociações iniciadas pelo secretário-executivo do Mapa, Eumar Novacki, em outubro, para ampliar o comércio entre os dois países. E observou que o fim das barreiras alcança tanto a carne bovina processada quanto a in natura.  
O vice-ministro também pediu a Maggi que sejam aprovados estabelecimentos japoneses para exportar ao Brasil a carne bovina da raça wagyu in natura. O ministro disse que o Mapa não tem restrições a essa importação e prometeu resolver a questão o mais rápido possível. “Talvez ainda neste ano.” Para Hiromichi Matsushima, isso “seria um grande presente de Natal”.
O Brasil ainda vai abrir mercado no Japão para frutas e produtos pets (rações e outros alimentos para animais de estimação). Maggi se comprometeu a enviar informações complementares sobre manga e melão. Também serão priorizados, naquele país, entendimentos para a exportação de abacate. Em julho do ano que vem, haverá o 3º Diálogo Agrícola com o Japão sobre Agricultura e Alimentos.
Além da pauta de comércio, o vice-ministro observou que empresas japonesas têm muito interesse em realizar investimentos em infraestrutura no Brasil. Elogiou as iniciativas do ministro Maggi para estreitar as relações bilaterais e disse ter ficado bem impressionado com Michel Temer em viagem que o presidente fez ao país, em outubro.

 

 

 
COMENTÁRIOS
© Copyright 2014 Jornal Mato Grosso do Norte