Publicidade
         
      
         
Oração Idólatra
10:01   23 de Janeiro, 2017

Tu és o meu Senhor e meu Deus. Penso em Ti em todas as horas de todos os meus dias, ao acordar e me alimentar, ao trabalhar e me divertir, e a Tua existência povoa meus sonhos à noite.
Ao despertar, meu primeiro pensamento a Ti se dirige. Ao longo do dia, deixo-me guiar pela Tua luz. Ela refulge em tudo que me cerca, das roupas que me vestem aos adereços que trazem encanto à minha vida.
Com a Tua presença sinto que os meus pés pisam em terra firme. Já a Tua ausência me entristece por atirar-me aos braços do desamparo. Senhor, poupa-me da pobreza e conduze-me às trilhas da prosperidade.
És a minha alegria e o meu consolo, pois em Ti deposito toda a minha confiança. O que seria de mim sem a Tua companhia? Como eu poderia viver sem o Teu respaldo? Tu és a minha salvação!
Guardo-Te como as pupilas dos olhos. A cada hora confiro a Tua bênção à minha vida e me asseguro de que sou digno de Teus abundantes dons. Eles me fazem sentir amado e abençoado, salvo dos infortúnios e dos males que tanto afligem aqueles que não gozam de Tua proteção.
Em Ti ponho a minha segurança. Graças a Ti, caminho por sendas ladrilhadas de ouro. Tua divina luz resplandece em minha casa e em meu trabalho. Teu manto me recobre e, por isso, todos me tratam com respeito e reverência.
Teu miraculoso poder aplaca sofrimentos e dirime dificuldades. Na aflição e na carência é a Ti que recorro, pois de Ti emana a força que desata todos os nós e derruba todas as barreiras. A Ti dobro os meus joelhos e curvo a minha cabeça. Sou Teu servo e escravo! Faça-se em mim o que for a Tua vontade!
Por Ti sou capaz de correr riscos, infringir leis humanas e suportar a má fama. Tua atração e teu fascínio me são irresistíveis. Tu me conduzes e agasalhas, e eu Te amo acima de todas as pessoas e de todas as coisas.
Se Te afastas de mim, desfaleço tomado por um sentimento de orfandade. Quando Te distancias de mim, o chão me falta aos pés, a vergonha me recobre, e meu coração é corroído pela inveja daqueles que jamais se encontram excluídos do Teu abrigo.
Tu és o meu guia, e de Ti decorrem a minha saúde e a minha felicidade. Quando Te aproximas, minha alma se rejubila. Quando Te afastas, a desolação me abate. Nada sou sem a Tua inefável presença. Nela encontro o meu valor e a razão do meu viver.
Seduzistes-me e eu me deixei seduzir. Ainda que muitos Te acusem de causar males e provocar divisão onde havia união, jamais levantarei a minha voz contra Ti. Tu és o meu pastor! Nada haverá de me faltar!
É a Ti que mais almejo, e por Ti se movem a minha vontade e a minha inteligência. Faça chuva ou sol, é a Ti que busco. Tu és o espírito que me anima. Em tudo que faço e idealizo, anseio por Tua divina companhia.
Não suportaria viver sem as Tuas bênçãos e a imensa fartura que deriva de Tuas dádivas. Elas transparecem em todos os bens que me revestem e me dignificam aos olhos alheios.
Porém, se Te apartas de mim, já ninguém comigo se importará nem me estenderá as mãos. Serei atirado à escória do mundo. Todos evitarão cruzar os meus passos, e aqueles que porventura o fizerem haverão de virar o rosto para o outro lado.

A Ti dobro os meus joelhos e curvo a minha cabeça. Sou Teu servo e escravo! Faça-se em mim o que for a Tua vontade!

Quando, porém, recobres a minha vida, todos rendem homenagens e professam louvores. Não a mim, mas a Tua poderosa manifestação, capaz de abrir portas e corações, e suscitar, naqueles que Te adoram, desejos infinitos.
Ao Teu poder não há fronteiras nem obstáculos. És capaz de mudar os passos e o caráter dos homens, e converter nações inteiras aos Teus desígnios.
Meu Senhor e meu Deus, eis o Teu sagrado nome, aclamado e louvado por toda a Terra — Dinheiro.

Frei Betto é escritor e colunista de jornais

 
COMENTÁRIOS
© Copyright 2014 Jornal Mato Grosso do Norte