Publicidade
         
      
         
Na marra
No ar em “Rock Story”, Viviane Araújo faz um balanço da sua trajetória na tevê
11:17   10 de Fevereiro, 2017 - Fonte: Carta Z

 

Anna Bittencourt
TV Press

A carreira de atriz de Viviane Araújo demorou para acontecer. Apesar disso, sua “persona” já é conhecida há muito tempo. De participações em concursos de tevê - ela foi eleita a “Garota do Fantástico”, em 1994, e chegou às semifinais para ser “A Morena do Tchan”, em 1997 -, a papéis menores da dramaturgia - em produções como “Zorra Total” e “A Escolinha do Professor Raimundo” -, e sua forte presença no Carnaval, ela foi conquistando aos poucos um espaço, para hoje, interpretar a dedicada Edith em “Rock Story”. “Não foi um caminho fácil. Trabalhei muito duro, nunca desisti. As coisas foram acontecendo meio que em sequência, uma porta ia abrindo outra. Tenho muito orgulho do que construí até hoje”, diz, segura e confiante.
Seu “status” dentro da dramaturgia começou a mudar depois de “Império”. Escalada por Aguinaldo Silva após vencer o “reality show” “A Fazenda”, da Record, ela interpretou a despachada Naná. “Foi ali que decidi investir na carreira mesmo. Voltei a estudar. Não queria fazer feio. Sabia que ali seria um divisor de águas: para o bem ou para o mal”, afirma. Apesar do sucesso da personagem, Viviane sofreu com críticas e com preconceito por ter começado a carreira a partir de outros vieses. “Sempre rola isso, o que leva a uma insegurança. Mas tento não dar muito significado a isso. Estou trabalhando e buscando meu espaço na minha profissão. Agora sou atriz e com o tempo as pessoas vão me ver assim”, diz, categórica. 
Em “Rock Story”, ela interpreta uma personagem distante de sua realidade. Edith, uma famosa dançarina, largou a carreira para se dedicar à família. As diferenças entre elas começaram nas primeiras leituras. “Eu não faria isso”, avisa. Depois, Viviane foi buscar na própria mãe e nas lembranças familiares uma forma mais tenra e maternal para achar o tom certo da personagem. “Essa foi a minha maior dificuldade na hora da composição. Eu não sou muito carinhosa, melosa. Sou mais prática”, jura. Além das divergências internas, a atriz também destaca a diferença em relação ao “look” do papel. “Sinto falta de um brilho, que eu adoro. Um brinco grande, uma bijuteria bacana...”, diverte-se.
Aos 41 anos e em franca ascensão na teledramaturgia, Viviane só não quer abrir mão de uma coisa: o Carnaval. A atriz desfila em Escolas de Samba cariocas desde 1995 e, desde 2008, é Rainha de Bateria do Salgueiro - há oito ano, também acumula o título na Mancha Verde, de São Paulo. “É um comprometimento enorme. A preparação dura o ano inteiro. Mas me dá muito prazer. Adoro estar na avenida, amo samba e me envolvo o quanto eu posso nos ensaios e na comunidade”, conta. Pela primeira vez, ela estará no ar durante o período carnavalesco e atribulada com as gravações de “Rock Story”. “Vai ser mais complicado, não vou poder ir a todos os ensaios. Mas as escolas entendem e eu não estou preparada para abrir mão de nenhuma das duas coisas”, finaliza.

 

Tudo em cima

Carioca, Viviane Araújo também é formada em Educação Física, embora nunca tenha exercido a profissão. “A vida sempre me levou para outros caminhos e eu sempre fui aproveitando as oportunidades”, explica. Talvez por sua formação, ela seja tão ligada ao corpo. “Sempre gostei de me cuidar muito, de fazer exercícios e cuidar da alimentação. É uma coisa que faço por mim, para me sentir bem”, conta.
Já Edith, sua personagem em “Rock Story”, é uma quituteira de mão cheia e está sempre fazendo pratos deliciosos para sua família e para garantir uma renda extra. “Meu pecado é brigadeiro, que volta e meia como. Mas não sou aquela pessoa que não vive sem doce. Não sinto a menor falta”, jura, ressaltando que, às vésperas do Carnaval, dá uma intensificada na malhação e na dieta. “Agora, na reta final, eu fico muito mais longe dos excessos”, garante

Instantâneas

# Em 2002, Viviane Araújo se lançou na carreira de cantora de forró com a banda Viviane Araújo e Chamego de Menina. 
# Viviane já posou para a “Playboy” e diversas vezes para a revista “Sexy”.
# Em 1999, ganhou destaque na “Escolinha do Professor Raimundo” como Rosinha.
# Viviane fez uma participação na novela “Bela, A Feia”, da Record.

 

 

 
COMENTÁRIOS
© Copyright 2014 Jornal Mato Grosso do Norte