Publicidade
         
      
         
Com bife no rosto jovens fazem estranha performance em sessão da Câmara
Cena chama a atenção do público que prestigiava a sessão
18:37   22 de Fevereiro, 2017

Reportagem
 Mato Grosso do Norte

Uma situação inusitada surpreendeu vereadores e o público que compareceu na manhã de ontem na Câmara municipalde Alta Floresta, para prestigiar a 1º sessão ordinária de 2017. 
Duas bonitas jovens chamaram a atenção das pessoas e acabaram por roubar a cena dos vereadores que faziam uso da palavra na tribuna do poder Legislativo. As moças eram Cassiani Laerte e Estphanie Araújo, que com um pedaço de carne na forma de bife sobre os olhos e nas mãos, faziam estranhas performances, sentadas nos bancos do plenário e mudando constantemente de lugar.
Sem entender o que estava acontecendo, o próprio presidente da Câmara Municipal, vereador Emerson Machado, disse em seu pronunciamento, ainda sem saber do que se tratava: “não sei se é um protesto, se é uma oferenda ou trata-se de arte. Achei estranho e fiquei com medo!”, disse.
Apesar de transparecer um protesto, o produtor cultural Clodoaldo Arruda, explicou que o inusitado comportamento das jovens, trata-se de uma experiência, para detectar o comportamento das pessoas diante da incomum intervenção.

O objetivo, segundo ele, é a montagem de uma peça de teatro. “Fui contratado pelo Teatro Experimental para produzir uma peça. E estamos no trabalho de pesquisa. Nossa meta é ver a atitude das pessoas diante da cena e ver qual é reação e o questionamento. A carne tem uma simbologia e queremos motivar o pensamento das pessoas”, explicou.
Para ele, o fato da apresentação ter ocorrido na mesma semana em que um artista de rua de Alta Floresta denunciou que estava sendo censurado e impedido de fazer a sua arte nos semáforos das ruas da cidade, é apenas uma coincidência.
“Não é protesto e nenhum tipo de enfrentamento. Mas cada um tem liberdade de interpretar como quiser. O que estamos fazendo é apenas um material de pesquisa para a montagem da peça de teatro”, disse.
Na sessão de ontem estava presente na Câmara Municipal, o artista circense Vinicius Trecha, que denunciou que estava sendo censurado pelo Departamento de Trânsito da prefeitura de Alta Floresta.
Na sessão foi apresentado um projeto de lei de autoria do vereador Melquiel Zacarias (PT) que regulamenta a atuação de artistas nas ruas em Alta Floresta. A matéria deverá entrar na pauta da próxima sessão da Câmara Municipal.
    

 
COMENTÁRIOS
© Copyright 2014 Jornal Mato Grosso do Norte