Jornal MT Norte
Publicidade
         
      
         
Vou concluir a UPA e pô-la para funcionar
Prefeitura espera liberação do projeto de segurança contra incendio para retomar a obra
11:03   17 de Março, 2017 - Fonte: Jornal Mato Grosso do Norte

Reportagem
Mato Grosso do Norte

O prefeito Asiel Bezerra afirmou com exclusividade à Mato Grosso do Norte, na manhã desta quinta-feira, que a obra da UPA- Unidade de Pronto Atendimento- deverá ser retomada a qualquer momento. Para isto, entretanto, depende apenas da liberação do projeto de segurança de incêndio, que é liberado pelo Corpo de Bombeiros, que há um ano está em fase de elaboração.

“O Corpo de Bombeiros, que tem que aprovar o projeto, sempre o devolve porque falta algum item. No entanto, não apresenta um checklist com tudo que deve ser feito. Por isto, esta demora. Mas acredito que o projeto deve ser liberado em breve e retomaremos a obra”, explicou o prefeito. 
Asiel afirmou que a paralisação da obra não tem nada a ver com a empreiteira, apenas com a questão do projeto de segurança contra incêndio.
A respeito dos questionamentos de vereadores na última sessão da Câmara Municipal, que cobravam explicações sobre a obra da UPA, o prefeito disse que a prefeitura tem recursos para concluir a obra.
“Vamos concluir a obra da UPA e vou pôr para funcionar em minha administração”, assegurou.
Após a Unidade de Pronto Atendimento ficar pronta, o prefeito disse que o governo federal destina recursos para equipá-la. Todavia, desde de julho do ano passado,  nenhuma das unidades feitas no país recebeu recursos para ser equipada.
“Vamos correr atrás dos recursos e vamos equipar a UPA para que ela possa atender a população. É uma obra importante e vamos concluir. Encomendei um estudo há um ano sobre o custo mensal para o funcionamento da UPA. O valor fica em torno de R$ 600 mil por mês. O governo federal envia cerca de R$ 160 mil e o restante fica a cargo do município. Mas quero dizer aos vereadores que a situação da obra é esta e que vou concluí-la”, afirmou Asiel.

 
COMENTÁRIOS
© Copyright 2014 Jornal Mato Grosso do Norte