Jornal MT Norte
Publicidade
         
      
         
Carne fraca e podre
Para o ministro, as exportações e a economia são mais importantes do que a saúde das pessoas
17:03   23 de Março, 2017 - Fonte: Jornal Mato Grosso do Norte

JOSÉ VIEIRA DO  NASCIMENTO

Pelo que se viu no noticiário, o ministro da Agricultura e senador Blairo Maggi, de Mato Grosso, usou a estratégia de tentar desacreditar a Polícia Federal perante a população brasileira, no episódio da Operação Carne Fraca. 
Implicitamente, só voltou dizer que se os países compradores da carne brasileira no mercado internacional suspenderem os contratos, a culpa é da Polícia Federal. Para o ministro, as exportações e a economia são mais importantes do que a saúde das pessoas que consomem estes produtos impróprios.
Na certa queria que a Polícia Federal falasse que a carne está podre e contaminada, mas isto não tem importância.  Afinal a indústria da carne e o agronegócio não podem ser prejudicados porque isto interfere na balança comercial. 
A Polícia Federal fez o seu papel ao expor para a sociedade, as tramoias que acontecem nos bastidores das principais indústrias processadoras de carne no país. Afinal, por ser um importante segmento econômico, que paga muitos impostos e emprega 6 milhões de trabalhadores, não lhe confere o direito de vender carne estragada para os consumidores. 
O ministro sequer disfarçou que para o governo, mais importante que a saúde da população é garantir o mercado de gigantes do setor, como a JBS, BRF, Seara Alimentos e, assim sucessivamente. 
Esses caras falam como se o povo fosse um bando de palhaços, incapaz de perceber essa podridão que veio à tona. Deviam ter a hombridade de encarar o problema e não querer culpar quem prestou um importante serviço para a população. Culpado mesmo é a fragilidade do serviço sanitário do país e  os fiscais corruptos que cobravam propina dos frigoríficos.
O que o ministro quer é não dar ao fato a proporção que ele merece, e tenta empurrar a sujeira para debaixo do tapete, com essa retorica ‘que não é bem assim, que houve exagero da Polícia Federal’. 
Obs. Mudando de personagem, o comportamento desse imbecil do Michel Temer diante da Operação Carne Fraca, foi hilariante! Digno do grande babaca senil que ele é. 

Aquela cena dele se servindo de um pedaço de churrasco em uma churrascaria cara de Brasília, é patética! Quem que ele acha que vai convencer, fazendo cena de marketing para carne brasileira?
As línguas venenosas dizem que serviram no jantar do Temer com os embaixadores, carne Bovina Importada da Argentina e Uruguai. 

José Vieira do Nascimento é diretor e editor de Mato Grosso do Norte - E-mail: mtnorte@terra.com.br

 

 
COMENTÁRIOS
© Copyright 2014 Jornal Mato Grosso do Norte