Jornal MT Norte
Publicidade
         
      
         
Bairro Jardim Renascer não tem escola e nem posto de Saúde
Crianças do bairro são obrigadas a cruzar a MT para chegarem à escola localizada em outros bairros
09:09   24 de Março, 2017

Edemar Savariz
Mato Grosso do Norte

Com o objetivo de apresentar os bairros de Alta Floresta, suas dificuldades e reivindicações dos moradores Mato Grosso do Norte visitou o bairro Jardim Renascer, situado ao lado da MT 208.
Morador do bairro desde 2004 e desde 2010 a frente da associação de moradores, Manoel Feliciano, conta que o presidente de uma associação é muito cobrado pela população. “Estou há 7 anos como presidente da associação, abro edital de eleição todo ano, mas ninguém quer assumir. Um presidente de associação não ganha nada e muitas vezes é mais cobrado do que um político, porque é ele que vive a realidade do bairro”, disse Manoel
O presidente diz que a associação ainda não tem uma sede própria. “Infelizmente por falta de recursos não conseguimos fazer nossa sede. Quando começamos a associação em 2010, acreditávamos que seria mais fácil. Fizemos um campo de futebol, totalmente iluminado, para depois partir para a construção da sede. Encontramos dificuldades para fazer eventos, tem que ter toda uma estrutura, como liberação do Corpo de Bombeiros. E isso nos deixou estagnado”, enfatiza. 
Para Manoel, o bairro Jardim Renascer é muito bom de morar e tranquilo. “Você não vê o bairro em plantões policiais. Por ser um bairro pequeno, os moradores se respeitam, se conhecem, o que o torna um ótimo bairro para viver. Por outro lado, a gente sofre com a falta de infraestrutura”, conta o presidente.
Um dos problemas do bairro é em relação as ruas. Manoel explica que o fato do bairro ser com declive muito forte, quando chega o período da chuva, os moradores sofrem com a formação de buracos e enormes valetas.
 “Neste período algumas ruas ficam intrafegáveis. A prefeitura até que restaura as ruas, mas não resolve o problema. Na primeira chuva as ruas ficam novamente com enormes crateras. Nossa reivindicação é que, se no momento não tem como asfaltar, pelo menos quando for cascalhar as ruas, façam a compactação da terra”, cobra o presidente
“O poder público deveria olhar os bairros periféricos com responsabilidade. Os trabalhos que são feitos são paliativos e para nós, isso não resolve os problemas. Sabemos que para fazer o asfalto nós temos que pagar. Não tem outra alternativa e para resolver definitivamente este problema, mesmo a maioria dos moradores sendo carente, nós pagaremos para fazer o asfalto”, complementa.
Para o presidente, os moradores tem medo de pagar o asfalto e depois não sair. “As pessoas que vivem no Jardim Renascer tem receio quanto ao asfalto, devido que este problema aconteceu em outros bairros, onde os moradores pagaram e não foi feito a obra. Acredito que agora existem pessoas sérias que estão cuidando desta parte e que isto não irá mais ocorrer”, disse Manoel.

A cobrança dos moradores, segundo o presidente, é sobre a qualidade do asfalto. “Para nós não adianta qualquer tipo de asfalto. Como o bairro é em declive, um asfalto de péssima qualidade vai trazer transtornos futuramente. Outra questão é que tem que ser feito galerias para o escoamento da água da chuva. A gente quer um asfalto com responsabilidade, que a terra seja bem compactada, que o material seja de qualidade e que o asfalto seja de boa durabilidade”, finaliza.

MORADOR JOÃO BATISTA RODRIGUES

Vindo de Pernambuco, João Batista Rodrigues reside no bairro Jardim Renascer há 13 anos. Para o morador, o bairro é tranquilo e excelente para se viver. Na sua opinião, o que falta é investimentos em infraestrutura. “A maior reivindicação é o asfalto. Na época das chuvas são os buracos e crateras que se formam e na época da seca, a gente sofre com a poeira”, disse o morador. 
Para o morador, outro grave problema é devido o Jardim Renascer ser localizado ao lado da MT 208 e no bairro não ter escolas. “Este é um problema sério porque os alunos tem que atravessar ou seguir pela MT 208 para chegar  à escola, que fica no Jardim Araras, Setor Panorama ou Primavera. Algumas crianças, os pais levam, mas a maioria adolescentes cruza a rodovia. Nossa reivindicação é que agora com um novo bairro surgindo ao lado, seja construído uma escola, creche e posto de saúde aqui no renascer”, reivindica o morador.
João também faz um alerta quanto a questão da saúde, onde os moradores são atendidos no PSF do bairro Panorama. “Nós utilizamos o posto de saúde do Jardim Panorama. Quando um morador precisa de algum remédio, atendimento médico ou fazer algum curativo, tem que ir até o Panorama e tem muitas pessoas que tem dificuldades para se dirigir até aquele bairro”, finaliza. 

 

 
COMENTÁRIOS
© Copyright 2014 Jornal Mato Grosso do Norte