Publicidade
         
      
         
Governador conclama união entre Estado e prefeitos para superar a crise
Prefeito não tem que ficar na porta e se identificar quando vai ao Palácio Paiaguás
10:32   29 de Março, 2017 - Fonte: Jornal Mato Grosso do Norte

ndréa Haddad
Gcom-MT 
 
Diante de uma plateia lotada composta por 109 prefeitos e 57 vice-prefeitos mato-grossenses, o governador Pedro Taques conclamou nesta terça-feira, 28, a união entre Estado e municípios para que trabalhem em conjunto na superação da crise que assola o país, Mato Grosso e os municípios. O discurso ocorreu durante um encontro no Palácio Paiaguás para anunciar ações de fortalecimento dos municípios nas áreas social, segurança, educação e desenvolvimento econômico. 
“Juntos vamos virar a página deste momento histórico pelo qual o Brasil passa. Prefeitos, estamos juntos na superação da crise! É uma honra ser governador de Mato Grosso, onde temos gestores, homens e mulheres que querem construir um Estado melhor”, declarou Taques.
No evento, o Governo do Estado também entregou veículos para as polícias Civil e Militar, Perícia Oficial e Identificação Técnica de Mato Grosso (Politec), Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh) e Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema).
Durante a solenidade, Taques anunciou a criação do programa Portas Abertas por meio do qual prefeitos não precisam mais se identificar ao chegar às repartições públicas. “Governadores não se identificam quando chegam ao Palácio do Planalto, então achamos importante acabar com esta burocracia”, anunciou sob aplausos dos prefeitos.
Os prefeitos dos 141 municípios de Mato Grosso vão ter prioridade nos atendimentos dos gestores nas unidades administrativas estaduais. Os gestores municipais receberam das mãos do governador Pedro Taques um crachá de identificação que facilitará o ingresso dos prefeitos nos órgãos do Poder Executivo de Mato Grosso. O cartão “Portas Abertas” foi instituído pela Casa Civil para acabar com a burocracia e dar celeridade no atendimento aos gestores.
No encontro, o governador Pedro Taques destacou que o cartão é importante para que os prefeitos não sejam barrados nas repartições. “Criamos mais essa novidade porque entendemos que prefeito precisa ser bem tratado, ser bem atendido pelo Estado. Muitas vezes o prefeito vem de longe e quando chega aos prédios públicos ainda enfrenta a burocracia”.
“Determinei a todos os secretários e aqui no Palácio Paiaguás que prefeito e prefeita não precisam mais se identificar para entrar. Prefeito não tem que ficar na porta. Governador de Estado não se identifica quando vai ao Palácio do Planalto e os prefeitos aqui não vão mais se identificar. Criamos o Portas Abertas para que todos tenham atendimento diferenciado”, completou.

Escolar- O Governo de Mato Grosso irá destinar anualmente R$ 38,8 milhões para os 141 municípios aplicarem na manutenção de rodovias estaduais não pavimentadas (de terra), por onde trafegam os ônibus de transporte escolar.
Desta forma, o repasse irá impactar diretamente no aumento no valor investido pelo Estado no transporte escolar. Em todo o governo passado, o valor ficou congelado em R$ 1,80. No entanto, a atual administração da Seduc promoveu uma correção histórica no valor destinado. Aumentou de R$ 1,90 em 2015 para R$ 2,05 em 2016, chegando agora em 2017 para em R$ 3,00.

 

 

 
COMENTÁRIOS
© Copyright 2014 Jornal Mato Grosso do Norte