Jornal MT Norte
Publicidade
         
      
         
Sindicato Rural fez lançamento de passaporte da Expoalta 2017
será realizado o primeiro TECNO ALTA, evento paralelo a Expoalta destinado ao setor produtivo
10:36   29 de Março, 2017 - Fonte: Jornal Mato Grosso

Edemar Savariz
Mato Grosso do Norte

O Sindicato Rural está trabalhando na organização da 31ª Expoalta – Exposição e Feira Agropecuária de Alta Floresta- que será de 1º a 4 de junho. Na segunda-feira, 27, aconteceu o lançamento do passaporte que dará direito a entrada no parque de exposição e também a concorrer no show de prêmios. Cada passaporte será vendido a R$ 80, podendo ser parcelado neste mês de abril em até 4 vezes no cartão e no mês de maio em até 3 parcelas.
O presidente do Sindicato Rural, Valmir Naves Coco, disse que os organizadores estão trabalhando para realizar uma extensa programação durante os quatro dias do evento. “Além da exposição de animais, máquinas e produtos regionais, acontecerá três shows nacionais e o rodeio, que sempre atraem um grande número de expectadores. No domingo, último dia da exposição, terá a realização do show de prêmios, com o sorteio de um carro Pálio 0 km no 1º prêmio, uma moto Fan 150 no 2º e 10 mil reais em dinheiro no 3º prêmio”, disse o presidente.
O grande diferencial da edição da exposição 2017 será a realização de palestras e capacitação aos produtores. Valmir explica que o que faltava na Expoalta era aproximar a classe produtiva da exposição. “Por este motivo, estamos trazendo diversas palestras nacionais para envolver os produtores. Além de demonstração de funcionamentos de máquinas e as últimas novidades em tecnologias para o homem do campo”, complementa Valmir.
De acordo com o presidente do Sindicato Rural, a exposição está praticamente organizada. “Os shows já foram contratados e já foi feito um sinal de pagamento, a premiação já está acertada e as palestras estão confirmadas. Está tendo uma boa procura de lotes por parte dos expositores e estamos organizando o Parque de Exposição, tudo para fazer uma das melhores feiras agropecuárias”, finaliza Valmir. 
TECNO ALTA - O grande diferencial da exposição, edição de 2017, será a realização do primeiro Tecno Alta, evento paralelo a Expoalta destinado a todo o setor produtivo. O Tecno Alta visa a capacitação dos produtores e de pessoas ligadas ao setor em diversas áreas. Serão realizadas palestras, oficinas, minicursos e rodadas de negócios.
O presidente do Sindicato Rural acredita que este evento será tendência das Feiras Agropecuárias. “Nós temos que focar o setor produtivo e a Tecno Alta é um evento que vai envolver todo esse setor com capacitação e também com negócios. Esta será as tendências das feiras agropecuárias a partir deste momento”, disse o presidente. 
Para Valmir, os produtores tem que acompanhar as tendências do mercado e da produção agrícola. “Nossa região está mudando e o produtor tem que acompanhar esta mudança. Estamos passando por uma transição entre lavoura e pecuária e esta transição requer conhecimento. É uma mudança muito grande e nós do Sindicato Rural temos que direcionar nossas ações para a demanda do produtor”, enfatiza.
“O produtor tem que se qualificar mais. Verificar os resultados de produção, não somente em sua propriedade, mas o ideal é que se faça uma avaliação em todo o país, principalmente para adequar custo e produção. Para o Sindicato Rural esta é a parte mais importante e a Tecno Alta é um evento que vem a este encontro, buscando aperfeiçoamento a classe produtiva”, complementa.
A tecnologia agrícola está cada vez mais avançada e o mercado sempre traz grandes novidades. Para Valmir, o produtor tem que acompanhar as novidades do mercado. “Com a entrada da lavoura em Alta Floresta, a capacitação dos produtores é importante. Temos máquinas que custam mais de 1 milhão de reais e no Tecno Alta, além das palestras, serão apresentados estas tecnologias para os produtores. Também estamos em parceria com o Senar, trazendo para Alta Floresta um núcleo avançado de capacitação para treinar as pessoas para trabalharem com colheitadeiras e também com máquinas para plantio, além de cursos sobre a produção e culturas de lavouras”, informa Valmir.

Valmir enfatiza que o produtor da nossa região deve buscar cada dia mais conhecimentos. “Estamos trazendo palestras de nível nacional exatamente para isso, para que o produtor se fortaleça e tenha bons resultados em sua propriedade. Conhecimento nunca é demais. E sempre é bem-vindo e o produtor de nossa região que não se qualificar ficará de fora do mercado”, disse o presidente. 
Atualmente, na região de Alta Floresta está ocorrendo uma diversificação na produção agrícola. A região que até algum tempo atrás tinha como base forte a pecuária, está passando para uma produção integrada lavoura e pecuária. Para Valmir, esta integração é excelente para a economia da região. “É extremamente importante isso estar  acontecendo. A região está se diversificando em produção e aumentando a produtividade”, conta o presidente do Sindicato Rural.
O Sindicato Rural fez uma parceria com as empresas agropecuárias e lojas que vendem insumos agrícolas para a realização da Tecno Alta. São estas empresas que estarão fazendo os convites aos seus clientes para a participarem deste evento. Os produtores interessados em participar, deverão procurar essas lojas na região para fazerem suas inscrições.  

 

 
COMENTÁRIOS
© Copyright 2014 Jornal Mato Grosso do Norte