Publicidade
         
      
         
Deputado Estadual Zeca Viana defende CPI para investigar grampos
Parlamentar acredita que arapongagem era de conhecimento do alto escalão do governo
11:19   17 de Maio, 2017

GABRIEL SOARES 
Assessoria de gabinete

O deputado estadual Zeca Viana (PDT-MT) defendeu a criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar a interceptação telefônica ilegal de deputados, jornalista e médicos em Mato Grosso. A afirmação foi feita em entrevista ao Jornal do Meio-Dia da TV Record, nesta terça-feira (16).
“Nós vamos apresentar o requerimento dessa CPI e, pelo que estamos sabendo, a tropa de choque do governo não está muito afim de assinar. Por isso nós temos uma certa necessidade de ter acesso a essa lista para ver se tem outros deputados, porque eu não acredito que um deputado que está na lista do grampo vai deixar de investigar esse caso”, disse.
Zeca disse afirmou que está claro que as interceptações ilegais denunciadas pelo promotor Mauro Zaque eram de conhecimento do alto escalão do governo Pedro Taques (PSDB), especialmente o ex-secretário-chefe da Casa Civil e primo do governador, Paulo Taques.
O deputado comentou ainda que esteve reunido com o desembargador Rui Ramos, presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), juntamente com os deputados Janaína Riva (PMDB), Valdir Barranco (PT), Allan Kardec (PT) e Silvano Amaral (PMDB), para pedir correição nas varas criminais de Mato Grosso, a fim de apurar se há outras escutas ilegais no esquema “barriga de aluguel”.

 
COMENTÁRIOS
© Copyright 2014 Jornal Mato Grosso do Norte