Jornal MT Norte pecuaria@agroconsult.com.br. Mais informações pelo telefone (48) 3209-1650 ou (48) 9 9177-7041

 Rally da Pecuária é um levantamento completo, in loco, das áreas de cria, recria, engorda e confinamento, conduzido por equipes técnicas que colhem informações para integrar uma completa e extensa base de dados, ampliando o conhecimento sobre o assunto no país.

A expedição foi realizada pela primeira vez em 2004 com o objetivo de visitar as regiões pecuárias, os produtores e os projetos desenvolvidos em campo. Pela dificuldade de metodologias quantitativas que possibilitassem avaliar a realidade do produtor e das pastagens brasileiras, o projeto não foi inicialmente concebido para ir com frequência ao campo.

Em 2011 a Agroconsult decidiu retomar o projeto. Desde então foram elaboradas metodologias que possibilitassem avaliar a pecuária de maneira mais objetiva e eficiente, tornando viável a execução do projeto anualmente.

Desde 2011, o Rally da Pecuária avalia a pecuária brasileira em aspectos como qualidade de pastagens e das fazendas, evolução do rebanho, técnicas de manejo utilizadas e índices zootécnicos, calibrando os índices para melhorar a base estatística brasileira.

As equipes visitam pecuaristas em estados produtores como Goiás, Mato Grosso, Mato Grossodo Sul, Minas Gerais, Pará, Paraná, Rondônia, São Paulo e Tocantins, mapeando e fotografando as pastagens, levando em consideração informações como a homogeneidade do pasto, volume de massa, população de plantas, altura do capim, presença de erosão, plantas invasoras, além de um histórico de utilização dessas pastagens relatado pelos produtores.

Em encontros com pecuaristas, técnicos do Rally conduzem entrevistas qualitativas e quantitativas com o objetivo de levantar, entre outros dados, áreas de pastagem e de agricultura em cada propriedade, total de cabeças de gado, confinamento, índices de fertilidade, natalidade e mortalidade, manejo sanitário e de pastagens e comercialização de animais.

A expedição é organizada pela Agroconsult e patrocinada por Banco Santander, Boehringer Ingelheim Saúde Animal, Dow AgroSciences, DSM/Tortuga, Fertilizantes Heringer, JBS, Phibro Animal Health e Volkswagen, com apoio da ABIEC (Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne), CNA (Confederação Nacional da Agricultura),  Agrosatélite, FIESP (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo) e GTPS (Grupo de Trabalho da Pecuária Sustentável).

 

" />
Publicidade
         
      
         
Rally da Pecuária será realizado nesta terça (06)
Expedição técnica fará evento em Alta Floresta para produtores e profissionais do setor
16:16   05 de Junho, 2017

Juliana Zefiro e Carol Silveira

Assessoria de Imprensa

 

         O Rally da Pecuária levantará um debate sobre “Produtividade e eficiência: O que era diferencial agora é sobrevivência” nesta terça-feira (06) às 19h no buffet Zú Centro de Eventos, localizado na Rua Paulo Pires, 1085, Setor G em Alta Floresta.

Este é um projeto pioneiro realizado pela Agroconsult com foco na troca de informações com pecuaristas das principais regiões produtoras do Brasil.

         O projeto avalia aspectos como qualidade das pastagens das fazendas, evolução do rebanho, técnicas de manejo e indicadores zootécnicos, calibrando os índices para melhorar a base estatística brasileira.

         Em 2017, irá potencializar a interação entre pecuaristas, empresas e técnicos, por meio da realização de 12 mesas redondas com especialistas da área, discutindo temas relevantes para melhoria da produtividade e do processo de decisão em curto prazo.

         As inscrições são limitadas e podem ser feitas pelo e-mail pecuaria@agroconsult.com.br. Mais informações pelo telefone (48) 3209-1650 ou (48) 9 9177-7041

 Rally da Pecuária é um levantamento completo, in loco, das áreas de cria, recria, engorda e confinamento, conduzido por equipes técnicas que colhem informações para integrar uma completa e extensa base de dados, ampliando o conhecimento sobre o assunto no país.

A expedição foi realizada pela primeira vez em 2004 com o objetivo de visitar as regiões pecuárias, os produtores e os projetos desenvolvidos em campo. Pela dificuldade de metodologias quantitativas que possibilitassem avaliar a realidade do produtor e das pastagens brasileiras, o projeto não foi inicialmente concebido para ir com frequência ao campo.

Em 2011 a Agroconsult decidiu retomar o projeto. Desde então foram elaboradas metodologias que possibilitassem avaliar a pecuária de maneira mais objetiva e eficiente, tornando viável a execução do projeto anualmente.

Desde 2011, o Rally da Pecuária avalia a pecuária brasileira em aspectos como qualidade de pastagens e das fazendas, evolução do rebanho, técnicas de manejo utilizadas e índices zootécnicos, calibrando os índices para melhorar a base estatística brasileira.

As equipes visitam pecuaristas em estados produtores como Goiás, Mato Grosso, Mato Grossodo Sul, Minas Gerais, Pará, Paraná, Rondônia, São Paulo e Tocantins, mapeando e fotografando as pastagens, levando em consideração informações como a homogeneidade do pasto, volume de massa, população de plantas, altura do capim, presença de erosão, plantas invasoras, além de um histórico de utilização dessas pastagens relatado pelos produtores.

Em encontros com pecuaristas, técnicos do Rally conduzem entrevistas qualitativas e quantitativas com o objetivo de levantar, entre outros dados, áreas de pastagem e de agricultura em cada propriedade, total de cabeças de gado, confinamento, índices de fertilidade, natalidade e mortalidade, manejo sanitário e de pastagens e comercialização de animais.

A expedição é organizada pela Agroconsult e patrocinada por Banco Santander, Boehringer Ingelheim Saúde Animal, Dow AgroSciences, DSM/Tortuga, Fertilizantes Heringer, JBS, Phibro Animal Health e Volkswagen, com apoio da ABIEC (Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne), CNA (Confederação Nacional da Agricultura),  Agrosatélite, FIESP (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo) e GTPS (Grupo de Trabalho da Pecuária Sustentável).

 

 
COMENTÁRIOS
© Copyright 2014 Jornal Mato Grosso do Norte