Jornal MT Norte
Publicidade
         
      
         
Olhar certeiro
Em sua terceira novela, Camila Queiroz faz balanço de trajetória como atriz
18:26   30 de Junho, 2017

Anna Bittencourt
TV Press

É com certa surpresa e muita maturidade que Camila Queiroz vê a rápida ascensão de sua carreira como atriz. Modelo desde a adolescência, ela estreou na tevê há dois anos, na pele da ambígua Angel, de “Verdades Secretas”. Hoje, com 23 anos, está no ar em “Pega Pega”, sua terceira novela na Globo. “Olho para trás e não penso em outra palavra a não ser ‘abençoada’. Porque não acredito em sorte, isso não existe. Estava na hora certa, no lugar certo e soube aproveitar minhas chances”, acredita. Na novela de Claudia Souto, ela interpreta a doce Luiza, uma jovem rica que vê a vida tomar outros rumos após o avô Pedro, interpretado por Marcos Caruso, perder todos os bens, inclusive o hotel Carioca Palace. “A vida dela dá uma chacoalhada e ela precisa reaprender a viver, com outros parâmetros, costumes e, principalmente, outro status financeiro”, diz.
Apesar de ter estreado em junho, “Pega Pega” começou bem antes para Camila. Pela primeira vez na pele de uma mulher um pouco mais velha, contemporânea e carioca, ela precisou se preparar desde os primeiros dias de janeiro. “O sotaque foi especialmente difícil para mim”, afirma a atriz, que nasceu em Ribeirão Preto, no interior de São Paulo. Mas, além disso, Camila garante que o modelo de vida de Luiza em nada se parece com o seu. “Ela fala várias línguas, está na terceira faculdade, mas nunca trabalhou. Nunca precisou fazer nada e sempre teve várias pessoas a servindo”, explica.
Mas, segundo Camila, as facilidades que Luiza experimentou ao longo da vida não a tornaram fútil. “Apesar de tudo, ela não é uma patricinha ostentadora”, defende. Por isso, foi preciso fazer uma extensa preparação para não deixar a personagem cair nesse estereótipo. Além dos “workshops”, a mudança no visual também foi importante. “O cabelo assim, mais curto, dá um ar de praticidade. Foi a proposta da caracterização para mostrar uma mulher segura”, entrega. O jeito de falar também foi determinante para construir a personalidade de Luiza. “A minha voz cai muito no agudo. Para ela, estou indo para ares mais graves. Acho que dá uma seriedade, uma maturidade”, explica.
Desde que começou a trabalhar como atriz, Camila não teve muito tempo para estudar e se aperfeiçoar no ofício de atriz. “Antes de ‘Verdades Secretas’, eu sequer me imaginava atuando”, jura. Descoberta através de testes para interpretar uma modelo estreante, ela não parou mais de conseguir papéis de destaque na tevê. “Acho que o grande barato dessa profissão é ir descobrindo aos poucos quais são suas facilidades, dificuldades, limites. E eu estou fazendo isso, graças a essa variedade de personagens que consegui”, celebra. No entanto, a atriz pretende fazer uma pausa após “Pega Pega”. “Acho que uma hora a gente precisa parar e respirar. E também quero muito estudar, fazer um curso”, planeja.

 

Dor e delícia

Aos 23 anos, Camila sabe o que é trabalhar desde cedo. Com 14, saiu de casa para ganhar o mundo como modelo. Nesse tempo, participando de importantes desfiles, chegou a morar em 15 países a trabalho. O convite para fazer um teste para “Verdades Secretas” a pegou de surpresa. “Tinha cadastro na Globo, mas estava morando em Nova Iorque, nos Estados Unidos. Voltei para fazer o teste e acabou rolando”, conta. Apesar de emplacar três novelas em um curto período de tempo e garantir ter vontade de continuar na tevê, Camila não pensa em abandonar o mundo da moda. “Acho hipocrisia deixar de lado uma coisa que sempre me fez muito feliz e que me trouxe até aqui”, garante.
Apesar de ter a responsabilidade do trabalho há quase dez anos, ela estranhou muito a fama avassaladora que a tevê proporciona. “Foi difícil porque não tinha noção de como seria. Sou muito nova e não cresci nesse meio”, justifica. Para Camila, ver que as pessoas tinham tanto interesse na sua vida pessoal chegou a incomodar. “Demorei para entender e aceitar que não ia ser do jeito que eu queria”, diz, com bom humor. Por isso, ela usa essa visibilidade para tentar mudar um pouco a visão que as pessoas têm das celebridades e da vida com fama. 

Instantâneas

# Com o ritmo pesado das gravações, Camila faz ginástica três vezes por semana com um “personal trainer”.
# Para “Verdades Secretas”, Camila fez três semanas de preparação de elenco com o argentino Eduardo Milewicz
# Apesar do bom desempenho em seu primeiro folhetim, ela fez teste para entrar em “Êta Mundo Bom!”
# Já para “Pega Pega”, a atriz foi convidada para o papel principal.

 

 
COMENTÁRIOS
© Copyright 2014 Jornal Mato Grosso do Norte