Jornal MT Norte
Publicidade
         
      
         
Antes tarde
Depois de 12 anos de televisão, Mariana Santos estreia nas novelas em “Pega Pega”
17:35   22 de Setembro, 2017

Luana Borges
TV Press

A televisão já faz parte da vida de Mariana Santos há um bom tempo. Mas só agora, depois de 12 anos, ela tem a chance experimentar o principal gênero da teledramaturgia: a novela. Até então, a comédia era o principal norte de seus trabalhos no veículo. Depois de estrear na TV Brasil, em 2005, no programa de humor “MMPT”, ela integrou o elenco do “Zorra Total”, em 2006, e a bancada de jurados do “Amor & Sexo”, em 2012. No entanto, a Maria Pia, de “Pega Pega”, proporciona à atriz interpretar uma mulher cheia de nuances, com traços de vilania, sem perder a leveza típica do horário das sete. Apesar de conquistar cada vez mais espaço no vídeo, Mariana analisa a própria trajetória com cautela e os pés no chão. “A gente nunca chega onde sonhou. Eu estou aqui, agora, estou feliz, em um trabalho bacana, mas a vida é passageira. Você sabe que não vai estar aqui amanhã. E a vida é assim, cheia de surpresas. Estou fazendo o melhor possível”, ressalta.
A falta de experiência nas novelas não chegou a ser um problema para a atriz. Assim que começou as gravações de “Pega Pega”, Mariana percebeu que o trabalho seria intenso. Ainda mais na pele de um dos personagens centrais na história. Mas algo não muito diferente de sua realidade ao longo dos anos. “Estou trabalhando muito, o que sempre fiz. Emendei teatro, com ‘Zorra’, com ‘Amor & Sexo’. Era uma viagem para cá, outra para lá. A gente viaja muito, trabalha muito, dá muita aula. Então, estou acostumada com o corre-corre”, ameniza. Para dar conta da rotina atribulada, a atriz precisa ficar na ponte-aérea Rio-São Paulo. Isso porque as gravações são realizadas nos Estúdios Globo, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, enquanto ela mora na capital paulista. Isso não seria tão problemático, não fosse o fato de Mariana ter medo de avião. “Preciso me concentrar na minha respiração. Tenho vários métodos e o medo foi diminuindo. Antes, eu tinha pânico, agora é só medo. Eu entro, respiro três vezes e faço a mesma oração três vezes. É sempre a mesma”, revela, às gargalhadas.
Na história escrita por Cláudia Souto, Maria Pia é a antagonista do triângulo amoroso formado por Eric e Luiza, protagonistas de Mateus Solano e Camila Queiroz. Nos primeiros meses da novela, a personagem, que sempre nutriu uma paixão platônica pelo dono do Carioca Palace, fez de tudo para evitar que ele se envolvesse com a mocinha. Mas os dois acabaram se casando e Maria Pia ficou um tempo sumida. “Minha personagem não é uma mau-caráter, ela sofre por amor. Acha que ninguém vai casar com ela e usa artifícios ruins para conseguir o que quer”, defende. 
Recentemente, Maria Pia voltou totalmente “repaginada”, o que exigiu uma mudança de visual em Mariana. Antes, a atriz exibia cabelos castanhos, usava roupas que ajudavam a desvalorizar seu corpo e ainda precisava colocar enchimento para dar a impressão de que estava acima do peso. Agora, ela está com os cabelos louros, mais magra e com um figurino bem mais “sexy”. Aparecer mais feia na televisão, no entanto, não mexeu com a vaidade de Mariana. Diferentemente da personagem, a atriz lida bem com o próprio corpo e com as mudanças que a passagem de tempo traz. “Fiz 40 anos e estou me sentindo muito bem. Não tenho crise. É claro que, com a idade, a mulher pensa: ‘Está caindo aqui’. A bunda não levanta muito quando faz um contra-apoio”, brinca.
Foi ainda no colégio que Mariana começou a se envolver com a interpretação, de forma amadora, quando passou a frequentar aulas de teatro. Apesar disso, na hora de prestar vestibular, escolheu Pedagogia. Para conseguir sobreviver como atriz antes de trabalhar na televisão, deu muitas aulas. “Ralei muito. Fui para a Pedagogia porque sempre acreditei, não para ganhar dinheiro. Fiz o magistério já pensando em trabalhar meio período para fazer teatro, mas a gente tem um plano B. Essa carreira é estranha”, pondera.
 
“Pega Pega” – Globo – De segunda a sábado, às 19h20.

 

Informação com humor

Apesar de ter feito parte do elenco do “Zorra Total” e depois, com a reformulação do humorístico, do “Zorra” por 11 anos, Mariana Santos chamou mais atenção quando foi para a bancada do “Amor & Sexo”, em 2012. No programa comandado por Fernanda Lima, a atriz teve a chance de expor suas opiniões e ser mais espontânea do que na pele de uma personagem. O que a fez perceber uma grande repercussão junto ao público. “No ‘Amor & Sexo’, é a minha pessoa, com o microfone aberto e a câmara ligada, falando de assuntos que adoro falar. Falo sobre mim, expondo minhas questões como mulher. As mulheres se identificam e os homens também gostam. Acho que é sincero e as pessoas reconhecem isso”, salienta.
Além de ter estreitado sua relação com os telespectadores, o “Amor & Sexo” ajudou Mariana a aprender sobre vários temas relacionados ao programa até então desconhecidos para ela. “No caso sobre os gêneros, eu não sabia que havia tantos: fluidos, simgênero... A cada programa, eu tiro uma informação. A gente suga ao máximo porque é um serviço tão importante e com humor. Tenho muito orgulho de fazer isso”, diz.

Instantâneas

# Em 2015, ela participou da “Dança dos Famosos”, no “Domingão do Faustão”, e ficou em terceiro lugar na competição.
# Também em 2015, a atriz fez uma participação no fatídico “Tomara que Caia”.
# Foi depois de ser vista por Maurício Sherman na peça “Conjugado” que Mariana foi chamada para fazer parte do “Zorra Total”.

 

 

 

 
COMENTÁRIOS
© Copyright 2014 Jornal Mato Grosso do Norte