Jornal MT Norte
Publicidade
         
                
Prefeito Valtinho Miotto trabalhar para trazer faculdade para Matupá
11:36   15 de Dezembro, 2017
ea9d559617019f3da5bbe9dffceb738a.jpg

Matupá em seus 29 anos de emancipação conta com mais de 15.000 habitantes. Uma cidade com potencial turístico ambiental, agricultura mecanizada com registro de safras recordes, pecuária de corte e de leite de alto nível, da construção civil que avança a cada dia e revela o seu constante desenvolvimento, da indústria, comércio e empresas geradoras de empregos e renda, do aeroporto regional Orlando Villas Boas e da localização estratégica no entroncamento das rodovias BR-163 e MT 322 (Antiga BR-080).
O município dotado de toda infraestrutura pública necessária para atrair novos investidores e ofertar qualidade de vida a sua população e aos que desejam empreender no Amazônia Legal.
Em reunião de trabalho com a equipe de Governo, o Prefeito Valtinho Miotto destacou os que está mantendo contatos políticos, os protocolos ministeriais e o tramitar do processo para que em 2018 Matupá tenha uma faculdade com oferta de cursos superiores nas áreas de Agronomia, Enfermagem, Direito e Agronegócio.
Um sonho dos jovens estudantes de ingressar em uma universidade sem perder os vínculos com a família e a sua terra natal devido a distância dos polos universitários.   
Valtinho Miotto tem se dedicado ao máximo para viabilizar a instalação do estabelecimento de ensino superior no município, que é um polo regional em diversos setores. A expectativa é de que muito em breve sejam abertas as inscrições para o vestibular. A previsão é de que num período de três a quatro anos Matupá consiga implantar pelo menos 12 cursos superiores.
“ Desta forma as demandas dos municípios do Vale do Peixoto e do Portal da Amazônia serão atendidas, diminuindo custos de transporte, alimentação, estadia, entre outros gastos dos acadêmicos. E o melhor, poderão cursar o ensino superior mais próximo de seus lares, amenizando inclusive a situação daqueles que já estão no mercado de trabalho e utilizam o salário para pagar seus estudos. E por sua vez, sofrem com restrição entre a carga horária, o tempo de estudo e descanso.  (Fonte Notícia Vip)

 
COMENTÁRIOS
© Copyright 2014 Jornal Mato Grosso do Norte