Jornal MT Norte
Publicidade
         
                
SISPUMAF vai realizar manifestações para cobrar regularização de salários
Vamos conversar com nosso jurídico e ver a possibilidade de cobrar através de vias legais
12:33   19 de Janeiro, 2018
20df4f1c5ff8da3bf430b8dc75096edd.jpg

Reportagem
Mato Grosso do Norte

Os diretores do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Alta Floresta- SISPUMAF- asseguram que a entidade vai começar a realizar manifestações em protesto ao atraso de salários, principalmente da secretaria de Saúde do município. 
Segundo os sindicalistas Rogério Francisco da Silva e Edimar Silva, presidente e diretor financeiros, respectivamente, parte dos servidores da saúde do município só irá receber seus salários no dia 22 de janeiro. 
Conforme eles, a previsão é do secretário de Saúde, Adonis Pacheco Sampaio, que afirmou que a previsão de recursos do município é para o dia 20. Mas como a data é num sábado, o pagamento só estará disponível na conta do servidor no dia 22. 
“Imaginávamos que este ano seria melhor, porque em novembro e dezembro de 2017, a prefeitura havia melhorado a questão do pagamento. Esperávamos que em janeiro o calendário de pagamento obedeceria pelo menos o 5º dia útil de cada mês. Mas hoje, dia 19, muitos servidores ainda estão sem receber”, enfatizam.
Rogério e Edimar afirmam que se reuniram esta semana com o prefeito Asiel Bezerra para cobrar a regularização do pagamento dos salários. No entanto, o prefeito argumentou que apesar de o governo federal estar pagando quase que em dia os municípios, o governo estadual está atrasado há vários meses e acumula uma dívida de R$ 1,5 milhão com a prefeitura de Alta Floresta.

  Diante do cenário de imprevisão, os sindicalistas afirmam que o SISPUMAF irá estar organizando uma série de manifestações, até mesmo paralisações, para defender os direitos dos servidores.
Uma das medidas estudadas pela direção do SISPUMAF e a cobrança dos salário via judicial. “Vamos conversar com nosso jurídico e ver a possibilidade de cobrar através de vias legais. Vale ressaltar que o salário é o meio de sobrevivência do servidor público. O pagamento em atraso implica em multa e juros de seus compromissos”, enfatiza Rogério E Edimar.  
“Há muitas cobranças junto ao Sindicato por parte dos servidores e estamos insatisfeitos com os constantes atrasos. As negociações ficam apenas nas promessas. O Sindicato e os servidores fizeram a sua parte, mas a secretaria de Saúde não fez a parte dela. Estamos solidários com os servidores que estão sofrendo grandes transtornos em sua vida financeira há meses por causa do atraso do salário. Por isso, vamos fazer manifestações e cobrança até que a situação seja regularizada. O SISPUMAF não concorda com o atraso salario que está acontecendo!”, afirmam.
RGA - Edimar Silva afirmou que o prefeito Asiel Bezerra disse que irá pagar a Revisão Geral Anual – RGA- para recompor as perdas anuais dos salários dos servidores. O índice ainda não está definido, mas a expectativa do Sindicato é que seja de 3.06%, 1% acima do índice do ISPC, devido a inflação oficial do governo estipulada pelo IBGE, que ficou em 2.95% ao ano.
“Vamos nos reunir com a diretoria do Sindicato para ver se todos estão de acordo e voltaremos a conversar com o prefeito”, disse Edimar.

 
COMENTÁRIOS
© Copyright 2014 Jornal Mato Grosso do Norte