Jornal MT Norte
Publicidade
         
                
PERFIL: Coração de guerreira
Marina Moschen fala sobre o treinamento militar para viver a destemida Selena de “Deus Salve o Rei”, novela exibida no horário das 19hs na tevê Globo
13:02   09 de Fevereiro, 2018
6e8e215ac507e2a584e7df29d5eab185.jpg

Geraldo Bessa
TV Press

Os traços finos e o gestual delicado de Marina Moschen poderiam facilmente limitá-la ao posto de mocinha ou outros tipos de tons mais sensíveis. Foi por esse caminho, inclusive, que se seguiram seus primeiros trabalhos na tevê: a primeira fase de “Os Dez Mandamentos”, da Record, e o papel de protagonista da temporada 2015 de “Malhação”. Por isso, foi com surpresa que Marina recebeu o convite para viver a destemida Selena de “Deus Salve o Rei”. Na trama medieval de Daniel Adjafre, Selena é a primeira mulher a entrar na escola militar do reino de Montemor. Na contramão do visual exuberante das outras personagens da novela, é a única mulher que usa calça comprida e os longos cabelos estrategicamente presos. “Sinto que com a Selena posso mostrar uma atuação totalmente diferente do que eu já entreguei. Demorei a acreditar que eu teria a oportunidade de ir além da mocinha tão rápido. Fiquei feliz com a confiança do autor e da direção em mim. Estou me dedicando muito para corresponder à altura”, confessa.
A guerreira vem realmente exigindo da atriz. Além de participar de todo o processo de preparação do elenco feminino, Marina também frequentou “workshops” de luta, equitação, esgrima, arco e flecha, preparação física e escalada. Para dar conta da pesada rotina de exercícios, ela também intensificou suas idas à academia e reformulou sua alimentação, tudo para que tivesse energia suficiente para viver Selena. “Eu nunca tinha tido contato com treinamento militar. Era a única mulher do grupo e não queria fazer feio. Fui pegando tudo aos poucos e tive a ajuda de muita gente nos bastidores. Passei por dias de muitas dores e levo todo esse aprendizado comigo”, garante. Dentre tantas tarefas, a atriz assume que a parte que mais teve dificuldades foi com as aulas de equitação. O medo de andar a cavalo a paralisava e ela demorou a se sentir confortável no trato com os animais. “Ficava totalmente dura em cima do cavalo. Tanto que virei motivo de chacota durantes os ensaios. Foi uma superação. Depois as coisas foram fluindo e hoje tudo é bem mais tranquilo”, ressalta, às gargalhadas.
Com a parte física resolvida, Marina também teve de estudar o texto e buscar referências para o estofo de Selena. Além de destemida, a personagem também tem o dom de modificar o clima de acordo com o seu humor. “Se ela está feliz, nascem flores. Se está irritada, uma tempestade cai sobre o local. É uma jovem muito sensitiva”, explica a atriz. Esse poder sobrenatural acaba despertando a cobiça de oportunistas da região e também a desconfiança dos mais religiosos, já que, em plena idade média, qualquer mulher fora da rota já era chama de bruxa. Entre as inspirações da atriz, além da princesa Merida, de “Valente”, animação da Disney de 2012, e a impávida Arya Stark de “Game of Thrones”, série da HBO, está, sobretudo, a figura de Joana D’arc, principalmente a versão mais humanizada traçada por Luc Besson no filme homônimo de 1999. “Joana D’arc foi a principal referência que a direção me deu. A sociedade não conseguiu compreender sua fé e força de imediato. Acho que a Selena tem muito disso. As pessoas ironizam e fazem piada sobre sua vontade de ser militar e seus poderes”, relaciona.
Natural de Angra dos Reis, município do litoral fluminense, Marina saiu cedo de casa para terminar o Ensino Médio, fazer curso de Teatro e testes para a televisão. Em 2013, aos 16 anos, decidiu deixar a casa da avó e morar no Rio de Janeiro. A primeira notícia positiva veio a partir de uma participação na primeira fase de “Os Dez Mandamentos”, sucesso bíblico da Record exibido em 2015. No mesmo ano, ficou sabendo que tinha passado no teste para viver a mocinha de “Malhação – Seu Lugar no Mundo”, vitoriosa temporada da novela “teen” escrita por Emanuel Jacobina. “Tudo aconteceu rápido. São trabalhos que me fortaleceram a seguir pela carreira de atriz. Em pouco tempo, passei pelas duas empresas que mais investem em teledramaturgia”, ressalta. O bom desempenho da atriz acabou a levando a fazer um novo teste na Globo. Como resultado, ela acabou emedando os capítulos finais da novelinha com a preparação para viver a patricinha Yasmin, um dos destaques de “Rock Story”, trama das sete, exibida no ano passado. “A Yasmin começou pequena e foi crescendo em cena. Tenho muito orgulho e lembranças divertidas dessa novela. Estou em uma fase que não dá para recusar oportunidades. Um trabalho puxa o outro e essa é minha chance de errar, acertar e ganhar repertório”, valoriza.

“Deus Salve o Rei” - Globo - de segunda a sábado, às 19h20.

 
COMENTÁRIOS
© Copyright 2014 Jornal Mato Grosso do Norte