Jornal MT Norte
Publicidade
         
                
Sindicato Rural de Alta Floresta não realizará a Expoalta em 2018
Entidade vai realizar a 2º Tecnoalta de 17 a 19 de maio
11:58   16 de Fevereiro, 2018
04dab5dc97494753985bd68f7e02cb4b.jpg

Reportagem
Mato Grosso do Norte

O Sindicato Rural de Alta Floresta, comunicou através de nota distribuída à imprensa, que em reuniões da nova Diretoria gestão 2016/2019 ocorrida no ano 2017 e início de 2018 com proposta discutida, deliberada e agora apresentada para o conhecimento da sociedade, prevê um novo olhar sobre os expositores, industriários e produtores da pecuária e da agricultura. 
Em razão disso o Sindicato Rural anuncia que não irá promover este ano, 32ª EXPOALTA, deixando esse evento a disposição para ser terceirizado por empresas particulares que se mostrarem interessadas.
Em sua justificativa, os diretores da entidade observam que em todo o país, devido ao comportamento das pessoas, internet e outros fatores, as feiras são segmentadas por produtos, situações ou objetivos específicos, que atendam aos seus próprios públicos.
E na região norte não foi diferente. ” Resistimos até o ano de 2017 pois com o tendência de Alta Floresta ao agronegócio, o Sindicato Rural está concentrando suas forças para promover a 2º TECNOALTA”, diz a nota.
“Esse evento técnico vem com uma boa aceitação dos patrocinadores e expositores, pois trata-se de uma feira diurna de negócios que será realizada nos dias 17 a 19 de Maio (Aniversário da cidade, conforme o calendário Oficial). Além de fomentar negócios aos expositores, busca fortalecer a transferência de conhecimento, capacitando e informando os nossos produtores através de palestras e discussões, com temas voltados ao segmento agro. Dessa forma, impulsionando a economia do município”, diz.
A Diretoria do Sindicato Rural de Alta Floresta faz visitas neste período com o objetivo de levar informações aos parceiros que até hoje contribuíram com o evento. “Desde já agradecemos pela atenção dispensada, e colocamo-nos à sua disposição para maiores esclarecimentos”, finaliza.

 
COMENTÁRIOS
© Copyright 2014 Jornal Mato Grosso do Norte