Jornal MT Norte
Publicidade
         
                
Comerciantes cobram solução urgente para a perimetral Rogério Silva
Buracos dificultam o tráfego na avenida e atrapalham movimento das empresas
12:59   26 de Fevereiro, 2018
27b543ccadf3b59387f972b4b6148623.jpg

Reportagem
Mato Grosso do Norte

A situação da perimetral Rogério Silva, que está repleta de buracos em praticamente toda a sua extensão, está sendo motivo de muito descontentamento por parte de moradores e comerciantes situados em suas margens. O tráfego está cada vez mais difícil pela avenida. 
Para Ademir de Mello, da empresa Nova Calha, as condições da avenida não só atrapalha a movimentação das empresas, como também, representam risco para quem nela trafega, porque os buracos causam acidentes. 
Segundo ele, até que a prefeitura tem tido boa vontade em tapar os buracos, mas o serviço realizado não tem apresentado eficiência. 
“Atrapalha nosso movimento porque muita gente desvia para outras ruas para não passar por aqui. E faz tempo que está assim! A prefeitura sempre está tampando os buracos, mas os mesmos buracos se formam novamente e a situação só piora. O serviço não é bem feito”, Diz Ademir.
Para o empresário, é preciso que a prefeitura encontre uma forma urgente de resolver a situação, principalmente pelo risco de acidentes. “Tem acontecido acidentes causados pelos buracos. O motorista da frente é obrigado a frear, o de traz não consegue parar e acontece a colisão. É necessários que providências urgentes sejam tomadas por parte da prefeitura, porque é muito ruim esta situação”, enfatiza.
Ademir observa que a prefeitura não deveria ter deixado a perimetral ter chegado a uma situação tão caótica. No entanto, alerta que só tapar os buracos como vem sendo feito, não irá resolver o problema. Na sua opinião, o asfalto terá que ser feito novamente. 
“Não era para deixar chegar a este ponto. É um descaso total. E não é apenas a perimetral Rogério Silva que está cheia de buracos. Muitas outras ruas da cidade também estão assim. Se tivessem feito manutenção, não teria chegado a esse ponto”, disse.
Para Rosbervan Bento Aguiar, dono de uma empresa de prestação de serviço na perimetral Rogério Silva [ele sugeriu que o nome de sua empresa não fosse citado], os buracos da avenida causam transtornos e os comerciantes situados em suas imediações vem cobrando que a prefeitura faça a recuperação.
Segundo ele, a prefeitura tem tapado os buracos e já assegurou que assim que as condições climáticas permitir vai realizar o serviço novamente. Todavia ele, disse que todas as vezes que a prefeitura realiza o serviço, na primeira chuva os buracos se formam novamente.
“A prefeitura tem arrumado, mas só tapar não adianta. Tem que fazer um recapeamento. Eles tampam os buracos e 8 dias depois já está no mesmo jeito. Senão recapar e fazer um serviço de qualidade, não irá resolver”, disse.
De acordo com o empresário, o tráfego na avenida é muito intenso, tanto de caminhões pesados como de carros e motocicletas.
 Segundo ele, o Sebrae fez um levantamento em frente a sua empresa e constatou que pelo local passam 50 motos por minuto no horário de pico.
“O tráfego aqui é muito grande e o prefeito não vai conseguir ficar tapando os buracos. Tem que ser feito um serviço para durar um longo prazo, com qualidade. Caso contrário é só desperdiçar dinheiro”, comenta Rosbervan.

 
COMENTÁRIOS
© Copyright 2014 Jornal Mato Grosso do Norte