Jornal MT Norte
Publicidade
         
                
Prefeito decreta estado de Emergência em Guarantã
Chuvas provocam enormes prejuizos em Guarantã
13:08   26 de Fevereiro, 2018
d8bbf9d546216de366ba53f1ab2a649a.jpg

Reportagem
Mato Grosso do Norte

O Prefeito de Guarantã do Norte, Érico Stevan (PRB), decretou na quinta-feira, 23, Situação de Emergência no município, em função dos alagamentos e dos prejuízos causados pelas fortes chuvas das últimas semanas. Diversas localidade na cidade e zona rural ficaram completamente alagadas, causando uma situação de grandes transtornos para a população. 
 A Defesa Civil registrou transbordamentos e alagamentos em vários pontos e regiões com a enxurrada adentrando as casas, plantações, pastos e estabelecimentos comerciais. Até mesmo veículos e tratores ficaram submersos. A intensidade das chuvas provocou rapidamente o aumento do volume de água nos rios, riachos e córregos.
Segundo o prefeito, grandes estragos foram verificados como a destruição de pontes e bueiros, corte de estradas com abertura de crateras e enormes erosões, alagamentos de rodovias, enchentes em barracões agrícolas, entre outras situações que desabrigaram famílias e deixaram outras praticamente ilhadas.
As chuvas deixaram muitas famílias desabrigadas no município e tiveram que receber ajuda através de doações.  A Prefeitura de Guarantã do Norte, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, está fazendo levantamento técnico e tomando as medidas e tratativas necessárias para proporcionar o auxílio momentâneo as pessoas que perderam praticamente toda a mobílias de casa, eletrodomésticos e demais pertences, e que se encontram em extrema vulnerabilidade diante da catástrofe meteorológica verificada nos últimos 20 dias.
O Prefeito Érico Stevan afirmou que a administração pública realizou coleta de imagens através de filmagens, registrou fotografias, mapeou áreas de risco, georreferenciou os pontos mais afetados pelo desastre, anexou matérias veiculadas nos veículos de comunicação e acionou a Defesa Civil, a fim de justificar junto aos Governos do Estado e Federal o pleito de recursos da SINFRA-MT e Ministério da Integração para revitalização das estradas, pontes e bueiros, além das ruas e avenidas inundadas pelas águas torrenciais.
O Decreto de Situação de Emergência permite além da convocação de voluntários, medidas e ações imediatas a realização de contratação de serviços e aquisição de bens para atendimento especifico a essas demandas, sem que haja necessidade de abertura de processo licitatório dentro do que preceitua a atual legislação. A situação de emergência terá vigência de 90 dias. 
A Secretaria Municipal de Infraestrutura apontou que em apenas cinco horas, choveu 130 milímetros na cidade de Guarantã do Norte, localizada as margens da rodovia BR-163 na divisa com o estado do Pará. (Informações/ Notícia Vip)

 
COMENTÁRIOS
© Copyright 2014 Jornal Mato Grosso do Norte