Jornal MT Norte
Publicidade
         
                
Taques não paga Regional e greve continua na saúde
Vereadores criticam governador Pedro Taques por não pagar hospital Regional
12:23   28 de Fevereiro, 2018
7786a83d6677a398ac3e6454981e28ff.jpg

Reportagem
Mato Grosso do Norte

Passado uma semana da audiência realizada entre lideranças políticas de Alta Floresta e o governador Pedro Taques, o governo estadual ainda não pagou a dívida do Hospital regional e a greve nos médicos continua. Na sessão desta terça-feira, a vereadora Cida Sicuto (PSDB) afirmou que tem informações que não existe prazo para o repasse do hospital ser feito pelo governo.
“Enquanto os médicos continuam de greve com vários meses de salários atrasados, não existe previsão de quando irá se pagar” a saúde protestou a vereadora.
O vereador Luiz Carlos (MDB) disse que o governador Pedro Taques assumiu o compromisso de pagar cerca de R$ 10 milhões para sanar a dívida do hospital regional e, mais uma vez, não cumpriu com sua palavra.
“O governador não tem palavra e faz politicagem com a questão da saúde. Mas uma vez ele não cumpre com Alta Floresta e não respeita a população que lhe deu uma votação expressiva. O povo está sendo tratado como palhaço. Ele assumiu um compromisso com os representantes do município de efetuar o pagamento ao hospital regional, mas novamente não cumpriu”, disse da tribuna o vereador.
 A vereadora Elisa Gomes (disse que o Conselho de Saúde vai acionar o Ministério Público para cobrar a dívida que o governo estadual tem com o município. Segundo ela, além dos quase R$10 milhões que o Estado deve para o hospital regional, há uma dívida para a atenção básica R$1, 3 milhões que deixou de ser repassada ao longo dos meses.
“Na minha opinião, o município está sendo omisso em não cobrar judicialmente esta dívida. A situação da saúde é muito grave. A prefeitura deve R$ 400 mil para o consórcio de Saúde e falta remédios nas farmácias Básicas”, disse.
O presidente da Câmara, Emerson Machado (PMDB), que participou da audiência do governador com vereadores, prefeito e o deputado Romoaldo Junior, disse que o governador assumiu o compromisso de pagar o hospital, pois o Estado receberia R$ 100 milhão do governo federal de emendas.   

 
COMENTÁRIOS
© Copyright 2014 Jornal Mato Grosso do Norte