Jornal MT Norte
Publicidade
         
                
Asiel dá posse a Thiago Incert na Secretaria de Saúde
Thiago Incert é o novo secretário de Saúde de Alta Floresta
12:03   02 de Março, 2018
80a52ad0c6b42078cba527605b1c9f1c.jpg

Carlos ALBERTO Lima
Prefeitura de Alta Floresta 

Com a presença de vereadores, secretários municipais e imprensa, o prefeito Asiel Bezerra, juntamente com a sua vice Marineia Munhoz, deu posse ao novo secretário de Saúde Thiago Incert da Silva em substituição a Adônis Pacheco que esteve à frente do cargo por dez meses e saiu bastante elogiado, inclusive pelo próprio prefeito ao dizer que a saúde teria fechado no município, ainda em outubro passado, não fosse o empenho e o compromisso de Adônis durante o período em que ocupou a secretaria.
Outra manifestação de apoio a Adônis que deverá se aposentar em abril foi a do presidente do sindicato dos funcionários (SISPUMAF) Rogério Silva, o Rogerinho da Saúde. Em nome dos funcionários Rogerinho solidarizou-se ao secretário que deixa o cargo. O maior apoio e palavras de elogios a Adônis, no entanto, vieram do secretário de governo coronel Antônio Ribeiro de Moraes. “Alta Floresta perde”, afirmou Ribeiro que também elogiou e desejou sucessos ao novo tutor da pasta. Em visível emoção Adônis foi às lágrimas.
Thiago Incert é odontólogo, funcionário público municipal de carreira, foi coordenador da Saúde Bucal em Alta Floresta e atualmente preside o Conselho Municipal de Saúde. 
“Tivemos aqui a substituição do secretário Adônis que retorna à capital do estado onde é funcionário concursado pelo estado, estava cedido ao município, e o doutor Thiago está assumindo a Secretaria de Saúde", disse o prefeito desejando boa sorte ao novo secretário acentuando que “é um grande desafio uma vez que a saúde hoje é muito deficitária, os recursos tanto do governo federal quanto estadual são insuficientes, não cobrem nem a metade das despesas e o município tem que arcar com o resto”, frisou o prefeito.
Acostumado a fazer cobranças como conselheiro, Thiago sabe do desafio e que a partir de agora terá que se preparar para também ser ‘vidraça’. “Todas as cobranças que eu faço como conselheiro eu vou procurar agora colocar em prática... Eu sei que é difícil, que estamos num momento de corte de despesas, de gastos, falta de repasse, mas vou procurar dar o essencial para a população, que não falte remédios, que não falte medicamentos nas unidades de saúde”, se comprometeu. E quanto ao salário dos servidores da Saúde: “Vou conversar com os servidores. Dificilmente vou conseguir pagar dia 5, mas acho que até dia 10 eu consiga quitar a folha porque tem parte dos recursos pra vir, tem parte já em caixa, mas dia 5 eu não vou conseguir, vou explicar para os servidores, porque o repasse desse mês entra no mês que vem. Mas é um desafio que deve ser encarado já que tudo na vida é aprendizado, se eu, porventura, ver que não estou dando conta ou que a população não está sendo contemplada eu, como funcionário de carreira, a gente pega o rumo e volta, tem que saber a hora de desistir e a hora de encarar”. Finalizou. 

 
COMENTÁRIOS
© Copyright 2014 Jornal Mato Grosso do Norte