Jornal MT Norte
Publicidade
         
                
Vereadores cobram condições de trabalho para secretário de Obras
Para vereadores, sem máquinas e sem recursos, secretário não consegue atender as demandas
12:52   09 de Março, 2018
5b8248342765077f24656c83ab864433.jpg

Reportagem
Mato Grosso do Norte

Com a situação das ruas de Alta Floresta que estão repletos de buracos, tanto no centro da cidade como nos bairros, os vereadores do município, atendendo as solicitações da população, estão fazendo intensas cobranças ao secretário de Obras, Elói Luiz de Almeida.
Todavia, durante a sessão da Câmara Municipal de terça-feira, 6, parlamentares da base aliada do prefeito saíram em defesa do secretário, que apesar de ter determinação,  demonstrado competência e vontade de realizar as ações, não tem recebido respaldo financeiro da administração para realizar os trabalhos na secretaria  de Obras.
O líder do prefeito na Câmara, vereador José Valdecir, o Mendonça (PSC) assegura que o secretário Elói, apesar de bem intencionado, não consegue trabalhar porque a situação da prefeitura é muito difícil na questão financeira. “Entendo que os vereadores são cobrados pela população, mas o secretário está de mãos atadas. Não vai adiantarmos pressionar. Ele só irá conseguir atender se tiver recursos e maquinários e isto não depende só do secretário”, observa. 
Para o vereador Luiz Carlos (PMDB), os vereadores devem confiar no cronograma elaborado pelo secretário de Obras e deixar que ele realize o trabalho. Luiz, que já foi secretário de Obras em três ocasiões, teme que caso o secretário receba muita pressão, acabe por deixar a secretária.
“Diante da situação, temos que acreditar na competência do secretário e na sua programação. O que temos que fazer é cobrar para que ele receba as condições adequadas para trabalhar. Se o Elói sair, a situação ficará muito pior”, observa o vereador.
 Para o vereador Elói Crestani (PMDB) o que a Câmara tem que fazer neste momento é cobrar mais condições de trabalho para a secretário de Obras. Conforme ele, sem maquinário e sem recursos para a manutenção das máquinas, o secretário não tem como fazer muita coisa.
“Apenas uma patrola da prefeitura estava trabalhando e também quebrou. O secretário não sabe o que fazer. Ele está pedindo ajuda aos vereadores, para que cobrem mais condições de trabalho para a secretaria de Obras. O secretário tem expectativa de trabalhar, mas não consegue”, acentua o vereador.
De acordo com Elói, a administração tem que planejar as ações porque a cidade está entrando em colapso. “A população está cobrando e com toda a razão. As ruas estão só buracos. Em muitos bairros os moradores estão com dificuldades de entrar na própria casa por causa das condições das vias públicas. Quando cortam o capim, deixam a sujeira no meio da rua. Não podemos continuar nesta situação”, assegura o vereador.

 
COMENTÁRIOS
© Copyright 2014 Jornal Mato Grosso do Norte