Jornal MT Norte
Publicidade
         
                
Câmara aprova licença de Asiel e vice-prefeita assume prefeitura dia 2 de abril
Prefeito Asiel Bezerra ficará licenciado da prefeitura por três meses
12:45   28 de Março, 2018
d7051d53d118490924982ff5ba0be3db.jpg

José Vieira do Nascimento
Editor de MT do Norte

Após um período de muita movimentação nos bastidores políticos, a Câmara Municipal de Alta Floresta, aprovou por unanimidade, o pedido de licença do prefeito Asiel Bezerra (MDB) por um período de 90 dias. 
A vice-prefeita Marinéia Munhoz (PSD) apesar de já está respondendo como prefeita interina desde a manhã desta terça-feira, quando o prefeito reuniu os servidores e fez uma transmissão simbólica de cargo, só assumirá oficialmente, na segunda-feira, 2 de abril em uma cerimônia às 9hs na prefeitura.
O vereador Dr. Charles Miranda (PDS), disse em pronunciamento na tribuna, durante a sessão, que o prefeito Asiel Bezerra tem doenças crônicas, e não será 90 dias de licença que vão curá-lo. “Ele tem doença crônica descompensada e a licença não vai resolver. Ele passar 90 dias de licença não quer dizer que volte para a prefeitura sem a doença. Melhora, mas vai voltar com a doença”, frisou o parlamentar.
O líder do prefeito Asiel Bezerra na Câmara, vereador Mendonça (PSC) alertou que está se criando uma expectativa muito grande para a posse da vice-prefeita, mas as coisas podem não acontecer como se espera.
Conforme ele, os vereadores não podem pressionar a prefeita interina por resultados. “Vamos apoiá-la. Mas para ela trabalhar vai depender das condições climáticas, da compra de maquinários e de recursos”, observou.
O presidente da Câmara Municipal, Emerson Machado (MDB) frisou que a licença do prefeito é importante para ele que está precisando cuidar de sua saúde. 
“Não é uma questão de ser o melhor para o município. Nesse momento, o prefeito tem que pensar nele e cuidar de sua saúde. Espero que ele se trata e volte para a prefeitura com mais pulso para tomar as decisões, que mude seu jeito de administrar e passe a comandar de fato a prefeitura”, disse o vereador.
Sobre a vice-prefeita Marinéia, Emerson afirmou que a Câmara irá apoiá-la. No entanto, disse que se ela não fazer o que é certo, os vereadores vão se posicionar de forma enérgica. “Vamos apoiar, mas não vamos admitir lambanças”, enfatizou.
O vereador Elói Crestani (MDB) disse que a prefeita interina deve tomar as decisões que o prefeito Asiel não conseguiu tomar até agora, para colocar o município nos trilhos. “Desejo boa sorte e que ela consiga fazer o melhor pelo município. Há alguma coisa errada na prefeitura e isso tem que acabar. Espero que ela consiga”, disse.
O prefeito Asiel Bezerra disse à Mato Grosso do Norte, que se reuniu com a vice-prefeita e lhe orientou sobre as questões prementes relacionadas à administração, mas disse que, durante o período que estive fora da prefeitura não irá interferir nas decisões que ela tomar.
“Eu espero que ela siga na mesma linha que estamos adotando na administração, mas a prefeita será ela. Não vou interferir e ela terá liberdade para tomar as decisões”, assegurou o prefeito.
Já a vice-prefeita Marinéia Munhoz disse que só irá se pronunciar sobre as decisões que irá tomar, a partir de segunda-feira, 2.  

 
COMENTÁRIOS
© Copyright 2014 Jornal Mato Grosso do Norte