Jornal MT Norte
Publicidade
         
                
Novo estacionamento da Câmara Municipal segue as normas do CTB
Estacionamento adequado de acordo com as normas do Código de Trânsito Brasileiro
13:19   11 de Abril, 2018
2676888f346c19ba1fc14faf9ba12b39.jpg

Assessoria
Câmara de Vereadores

A Câmara Municipal de Alta Floresta está de cara nova. Isso mesmo. A pintura da fachada, uma das melhorias realizadas na estrutura física do prédio, mudou a aparência da sede do Poder Legislativo. A construção de um novo calçamento e a implantação de um estacionamento adequado com as normas do Código de Trânsito Brasileiro (CTB) trouxe outra visão para a Casa de Leis, que inova e dá exemplo. Se o antigo estacionamento estava intransitável, agora pedestres, ciclistas e condutores podem circular normalmente e em segurança.
A regulamentação do estacionamento não mudou apenas o aspecto visual, mas organizou o estacionamento de veículos. São mais de 40 vagas destinadas para veículos, sendo três vagas preferenciais, específicas para idosos, gestantes e deficientes físicos, e 25 vagas destinadas especificamente para motos. A implantação de faixas especiais para pedestres e ciclistas, faixas zebradas e sinalização de alerta nos locais de entrada e saída de veículos completam a sinalização horizontal do estacionamento. São mais de 1.400 metros quadrados de calçamento construído.
Com a realização desta obra, a Câmara Municipal de Alta Floresta resolveu um problema antigo, pois o estacionamento não tinha um piso adequado e estava completamente deteriorado, com várias erosões e inclusive oferecia risco principalmente para pedestres e ciclistas, e dificultava o estacionamento de veículos.
Além do novo calçamento e da sinalização do estacionamento, também foram instalados postes ornamentais para iluminação da calçada e fechada da Câmara Municipal. Com todas essas melhorias o Poder Legislativo de Alta Floresta está sendo considerado um cartão postal da cidade.
Estas melhorias feitas na parte externa fazem parte da reforma da Câmara Municipal. Entre as obras realizadas estão a divisão de salas, instalação de blindex, construção de uma nova sala de arquivo, construção de um banheiro para portadores de necessidades especiais (PNE) e a pintura de todos os ambientes que receberam melhorias. 
Todas estas melhorias realizadas são resultado da economia realizada durante todo o ano de 2017 pela Mesa Diretora. Realizada com custo a baixo do preço de mercado, seguindo a tabela da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra-MT), a reforma custou pouco mais de R$ 157 mil.

 
COMENTÁRIOS
© Copyright 2014 Jornal Mato Grosso do Norte