Jornal MT Norte
Publicidade
         
                
UHE Teles Pires publica estudo sobre diversidade de peixes em Rio da Amazônia
O rio Teles Pires possui uma diversidade enorme de espécies
12:56   11 de Maio, 2018
a5bcd2a49681b0140485822731139d43.jpg

Assessoria/ UHE Teles Pires

 

Visando contribuir com o conhecimento a respeito da biodiversidade da região amazônica, a Usina Hidrelétrica Teles Pires, localizada entre os municípios de Paranaíta (MT) e Jacareacanga (PA), lançou o livro “Peixes do Rio Teles Pires – Diversidade e Guia de Identificação”, escrito pelos especialistas em ictiofauna Willian Ohara, Flávio Lima, Gilberto Salvador e Marcelo  Andrade, com participação de diversos colaboradores. A edição apresenta fotos e informações sobre 342 espécies de peixes que habitam o rio Teles Pires na região e seus principais afluentes que englobam os rios Paranaíta, Apiacás, São Benedito, Santa Helena Taxidermista, Cristalino e Peixoto de Azevedo.

Os exemplares foram catalogados durante a execução do Programa de Monitoramento e Estudos da Ictiofauna desenvolvido pelo empreendedor desde 2012 no baixo Teles Pires para identificar possíveis alterações na comunidade de peixes das áreas de influência da usina, além de medidas de manejo e conservação dessas espécies da fauna aquática, mantendo o equilibro entre a implantação de um grande empreendimento, com as comunidades envolvidas e o meio ambiente.

De acordo com o coordenador de Meio Ambiente da UHE Teles Pires, João Cabeza, junto com a implantação da usina, vieram diversos estudos e monitoramentos sobre a fauna, flora, solo, água entre outros setores, em áreas ainda pouco estudadas. “O rio Teles Pires possui uma diversidade enorme de espécies e nosso objetivo é contribuir com o processo de conhecimento e preservação da região. Os livros estão sendo destinados à estudiosos, pesquisadores, escolas, faculdades, órgãos públicos, entidades e demais partes interessadas para que a população possa ter acesso a essas informações e para que sirva de apoio a outros projetos”, enfatizou o profissional.

A UHE Teles Pires continua com o monitoramento da ictiofauna na região e em breve também deve lançar outros dois livros sobre a fauna e a flora.

 

 
COMENTÁRIOS
© Copyright 2014 Jornal Mato Grosso do Norte